Mídias Sociais

Destaque

PM e Inea deflagram operação “Gafanhotos da Restinga” e destroem loteamento do tráfico em Arraial do Cabo

Bertha Muniz

Publicado

em

 

A Polícia Militar e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) realizaram uma operação nas áreas de proteção de Arraial do Cabo nesta segunda-feira (1º). Ao todo construções irregulares foram localizadas e demolidas no distrito de Figueira.

A Operação Gafanhotos da Restinga, realizada nas áreas de proteção permanente e ambiental do Parque Costa do Sol, foi deflagrada pela Força Tarefa Verde composta pelo Grupo de Ações Táticas do 25º BPM, 8ª UPAM, Fiscalização Ambiental do INEA, Grupo de Operações do Parque Costa do Sol, Programa Olho Verde e Superintendência de combate aos crimes ambientais SICCA.

Segundo a PM, há duas semanas os traficantes de Figueira lideram os invasores da Restinga de Massambaba a promover novas invasões diante do cenário de derrota judicial, desmatando e reiniciando os focos de incêndio agora em menores e alongadas proporções. Ainda de acordo com a PM, invasores que estavam envolvidos nas construções conseguiram fugir quando perceberam a chegada dos agentes. O local também estava sendo utilizado como esconderijo de drogas.

Polícia e Inea fizeram operação em Arraial do Cabo.

Foram destruídas pelas equipes: ¼ da rede elétrica em furto, toda a rede hidráulica da nova invasão, todos os tijolos, caixas d’água, cimentos, pedras, areia, brita. Cerca de 40 lotes piquetados na areia próxima a praia e em direção a Monte Alto todos desfeitos. A nova invasão e loteamento do tráfico foram 100% desfeitos, segundo informações da Força Tarefa Verde.

Após a derrubada das construções irregulares, uma manifestação com fogo foi registrada na RJ-102, segundo a PM. O Batalhão da Polícia Rodoviária (BPRv) esteve no local para auxiliar na desobstrução da rodovia.

A nova invasão e loteamento do tráfico foram 100% desfeitos, segundo informações da Força Tarefa Verde.

Mais lidas da semana