Mídias Sociais

Cidades

Prefeito reeleito em Macaé, Dr. Aluízio se consolida como grande liderança na região

Avatar

Publicado

em

 

Pela segunda eleição consecutiva, a vitória de Dr. Aluízio (PMDB) nas urnas em Macaé, no último dia 2 de outubro, com quase 60% dos votos, demonstram a consolidação da importância do prefeito reeleito para a evolução da cidade e da região.

Das 21 cidades da Região dos Lagos e do Norte Fluminense, apenas 4 prefeitos eleitos em 2012 retornarão ao cargo em 2017. Além do Prefeito de Macaé, foram reeleitos também Dr. André (PMDB), em Armação dos Búzios; Cláudio Chumbinho (PMDB), em São Pedro da Aldeia; e Anderson Alexandre (PMDB), em Silva Jardim.

E outros dois podem engrossar a lista, pois segundo dados do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desta terça-feira, 11, ainda mantêm em aberto o resultado das eleições em Iguaba Grande e Conceição de Macabu, onde os atuais prefeitos, respectivamente, Grasiella (PP) e Cláudio Linhares (PMDB), tiveram maior votação nas urnas, mas seguem com as candidaturas impugnadas na Justiça Eleitoral.

Dos 4 reeleitos neste ano, Dr. Aluízio, que também é o atual presidente da Organização dos Municípios Produtores de Petróleo do Estado do Rio de Janeiro (Ompetro), foi um dos que mais se destacou na luta pela queda do marco regulatório do pré-sal, aprovada pela Câmara dos Deputados no último dia 6.

A mudança no setor, sugerida pelo senador licenciado e atual Ministro de Relações Exteriores, José Serra (PSDB), e que foi muito comemorada pelas cidades participantes da Ompetro, desobriga a participação da Petrobras na exploração do pré-sal, permitindo que empresas multinacionais tomem a frente dos processos.

O crescimento de Dr. Aluízio contrasta com a derrota da família Garotinha em Campos dos Goytacazes, onde o candidato do PR, partido de Garotinho, foi derrotado nas urnas por Rafael Diniz (PPS), com quase o dobro dos votos.

A consolidação da liderança de Dr. Aluízio na região e a queda da família Garotinho também se reflete em seus redutos eleitorais, já que Campos, tida como principal cidade da região e uma das mais importantes do interior nas últimas décadas, ultimamente vem perdendo seu protagonismo para Macaé.

Segundo o Prefeito Dr. Aluízio e o Presidente da Comissão Municipal da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), Marcelo Reid, a abertura do pré-sal permitirá que a Petrobras, que atravessa crise financeira desde o início da Operação Lava Jato, participe dos processos que lhe forem convenientes, podendo abrir mão de investimentos que ela não julgue rentáveis e possibilitando maior abertura de mercado para empresas do setor privado, e retomando o crescimento das cidades da região, que têm sua economia ainda enraizada no setor petrolífero.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana