Mídias Sociais

Destaque

Deputado estadual subtenente Bernardo irá solicitar ao governador a troca do comando do 25º BPM, em Cabo Frio

Bertha Muniz

Publicado

em

 

O deputado estadual Subtenente Bernardo tem travado diariamente uma luta contra a máfia dos depósitos no Estado do Rio de Janeiro. Recentemente, o parlamentar conseguiu o apoio de 38 deputados para a instalação de uma Comissão Especial para investigar o esquema de reboques e depósitos particulares em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Um dos principais motivos é o aumento expressivo das operações de apreensão de veículos, mesmo depois que o deputado oficiou comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar (25º BPM), coronel Roberto Dantas, sobre graves irregularidades do depósito “Ande Legal” no Baixo Grande, em São Pedro da Aldeia, município vizinho.

No documento, datado no dia 15 de fevereiro, o deputado estatual informou solicitou ao comandante do 25º BPM, que adotasse providências em relação à utilização de policiais militares nas operações que o destino fosse o depósito particular “Ande Legal”, em razão do estabelecimento não possuir licenças obrigatórias emitidas pelo Corpo de Bombeiros, bem como pelo fato da empresa ser alvo de investigação pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado.

No entanto, a reação do comandante foi intensificar as operações de apreensão de veículos na região, tendo como destino o depósito “Ande Legal”. Para o deputado teria sido uma represália do comando, após ter recebido o ofício informando as graves irregularidades.

O depósito “Ande Legal” é alvo de investigação pelo Ministério Público por suposto esquema que envolve crimes de corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de dinheiro na região dos lagos. A denúncia que ensejou a investigação levou aos promotores a existência de uma máfia que atuava na apreensão e liberação de veículos com a participação de despachantes, policiais, servidores municipais e empresários. O Tribunal de Contas do Estado também acolheu uma denúncia no ano passado, por inúmeras irregularidades no contrato de concessão da empresa, dentre elas fraude em licitação.

O deputado tem recebido inúmeras denúncias de abuso de autoridade nas operações que tem ocorrido diariamente na região. Outro fato que gerou a revolta do parlamentar é que o depósito que não possui convênio com o Detran e com a Policia Militar, mas, mesmo assim os carros são levados para o local. O contrato com o depósito foi assinado pelo prefeito de São Pedro da Aldeia, Chumbinho, porém o serviço de reboque e armazenamento de veículos que deveria se limitar ao município aldeense é executado em toda região dos lagos com o auxílio da polícia militar.

 

Segundo o Deputado Subtenente Bernardo, várias medidas legais estão sendo tomadas para resolver o problema que é motivo de indignação generalizada em toda região.

Mais lidas do mês