Mídias Sociais

Destaque

Justiça bloqueia bens de foragido que atropelou e matou jovem em Rio das Ostras 

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Juiz Henrique Assumpção Rodrigues de Almeida ordenou o bloqueio de todas as contas do réu até o valor de R$300 mil, além dos veículos e imóveis.

O Tribunal da Justiça do Rio de Janeiro determinou o bloqueio dos bens do acusado de atropelar e matar o jovem David Pires da Silva, de 20 anos, no dia 2 de fevereiro. Cosme Luis dos Santos, de 64 anos, ainda está foragido. A decisão do juiz Henrique Assumpção Rodrigues de Almeida ordenou o bloqueio de todas as contas tituladas pelo réu até o valor de R$300 mil, o bloqueio de todos veículos de propriedade do réu, assim como a averbação de arresto na matrícula de todos os imóveis de propriedade do mesmo

De acordo com o advogado que cuida do caso, Dr. Pablo Djuric, a família tomou conhecimento que o acusado constituiu um procurador particular para administrar, vender e alugar seus bens. Com base nessas informações o advogado pediu uma Tutela Cautelar, onde foi deferido o bloqueio de todos os bens do acusado.

“Ainda é só o começo do trabalho. O sentimento é de conforto provisório para a família que vem sofrendo tanto em busca de justiça nesse caso tão marcante. Ainda podemos confiar na justiça que neste caso vem agindo exemplarmente e com enorme agilidade“, disse Djuric.

Cosme ainda encontra-se foragido da justiça. De acordo com o delegado Dr Ronaldo Andrade Cavalcante, na época, o acusado teria informado a polícia que se apresentaria na 128ª DP para prestar depoimento, logo após o ocorrido, o que não foi feito.

A Polícia Civil expediu um mandado de prisão contra o acusado. Os policiais estiveram na residência de Cosme, porém segundo a policia ele teria fugido do local. De acordo com as investigações, o autor do crime estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) cassada, e não tinha permissão para dirigir.


 

Mais lidas do mês