Mídias Sociais

Destaque

Adolescente de 13 anos é agredido por vigia de condomínio em Iguaba Grande

Bertha Muniz

Publicado

em

 

 

Um jovem de apenas 13 anos alega ter sido agredido por um funcionário do Condomínio Cabanas Park II, em Iguaba Grande, na quarta-feira (2). Segundo o adolescente, ele foi atacado com uma barra de ferro por ter se recusado a sair de um pier que fica próximo ao local.

De acordo com a denúncia, o agressor, identificado pela mãe da vítima como José Eduardo, se incomodou com a presença do garoto e de mais quatro adolescentes no píer, na Praia das Andorinhas. A agressão teria ocorrido porque os jovens teriam respondido com ‘deboche’ ao pedido do vigia para que eles se retirassem, jogando pedras em direção à guarita.

Na sequência, o vigia já alterado, caminhou até o local e desferiu golpes com uma barra de ferro no adolescente. No momento da agressão, parte dos jovens fugiram e dois ajudaram o menino a se livrar dos golpes.

Conforme a família, toda a ação tem o apoio do síndico do local, relatos apontam que ele e o vigia “aterrorizam os banhistas para que ninguém frequente aquela parte da lagoa”. Eles alegam que as crianças estavam fazendo bagunça no píer.

Segundo a mãe da vítima, os jovens continuam recebendo ameaças, inclusive de morte, por parte do responsável pelo condomínio, que vem mandando recado para as mães dos adolescentes.

O menor faz uso de medicamentos controlados e está muito abalado. Ele vai receber atendimento psicológico oferecido pelo Conselho Tutelar.

Um boletim de ocorrência da agressão foi registrado na 129ª DP. Em contato com o Cabanas Park por telefone, o condomínio não quis comentar o assunto: 'não estamos sabendo de nada disso', disse o atendente que se identificou também como Eduardo. Em seguida, alegou ter que receber uma encomenda e finalizou a ligação.

Mais lidas da semana