Mídias Sociais

Esporte

Colombiano Guarín fala sobre paixão com o Vasco em live promovida pelo clube

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A VascoTV está promovendo uma série de lives para aproximar o torcedor dos jogadores neste período de isolamento social. Na última terça, um dos convidados foi o colombiano Fredy Guarín, que recentemente tatuou a cruz de malta no braço esquerdo. O jogador revelou o que motivou a tatuagem e fez juras de amor ao clube.

Feliz no Vasco, o colombiano exalta a paixão da torcida, revelando que isso foi determinante para a sua forte ligação com o Cruz-Maltino. "Estou apaixonado mesmo. Desde o primeiro dia que cheguei. Estava com muita saudade de uma torcida com calor, que está sempre ali nos momentos difíceis e nos menos difíceis também. Uma torcida que ama o seu time. Desde que cheguei eu senti aquele "feeling". Aqui estou ainda desfrutando muito", disse o atleta.

Segundo o jogador, a tatuagem se deve a essa forte ligação entre clube, torcida e atleta. "Eu estava na China, fiquei quatro anos lá. Eu estava precisando de paixão, de uma torcida. De voltar a sentir o que senti há muito tempo atrás no futebol. Quando cheguei aqui, senti logo o que estava precisando. O carinho da torcida. O carinho de cada uma das pessoas do dia a dia do trabalho. Só via tudo e o tratamento que as pessoas me davam. E você vai pegando carinho. Consegui o que eu precisava. Essa família está dando o que estava precisando", contou Guarín.

O colombiano falou também sobre a rápida identificação com o clube e os torcedores. "Surpreendi mesmo. É tipo amor à primeira vista, porque no ano passado eu joguei pouco, foi pouco tempo. Foram só dois meses e meio. Desde o dia que cheguei e todo o tratamento que vocês me deram. A gente se surpreende pelo acolhimento", encerrou o jogador.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana