Mídias Sociais

Cidades

Dengue: ações de saneamento básico, da BRK Ambiental, ajudam na prevenção da doença

Avatar

Publicado

em

 

Da redação

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registrou um aumento de 488% nos casos de dengue no ano passado se comparado a 2018. Os dados indicam que 11 estados poderão ter surto da doença a partir de março 2020, incluindo o Rio de Janeiro, que está sendo monitorado. E pelo momento propício para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, com altas temperaturas e chuvas intensas, os cuidados nunca são demais e o saneamento também tem um papel fundamental.

A mobilização para prevenção se explica pelo seguinte: a dengue é transmitida pelos sorotipos 1, 2, 3 e 4 do vírus. Porém, a intensidade de circulação desses sorotipos se alterna pelo país de tempos em tempos. A circulação do sorotipo 2, que é recente e só aconteceu em algumas partes do Sudeste e Centro-Oeste, foi ganhando força e está circulando por mais áreas. Por isso, para 2020, é esperado aumento dos casos de dengue justamente nos estados que não foram tão afetados pelo sorotipo 2 em 2019, como o Rio de Janeiro.

A maneira mais eficiente de controle da doença é limitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Para isso, é preciso acabar com os ambientes favoráveis à sua reprodução. Isso inclui o saneamento básico, que engloba também a coleta e tratamento de esgoto, o descarte adequado de lixo e resíduos e drenagem de água da chuva. Isso porque o mosquito da dengue precisa de água parada para se reproduzir. E, apesar de por muito tempo se pensar que os ovos só eclodiam em água limpa, hoje já se sabe que eles também são capazes de se desenvolver em água suja.

Por isso, é extremamente importante a coleta de esgoto, para que não sirva de criadouro. Mas, apesar das ações para ampliação da rede em Macaé, a contribuição para a saúde e bem-estar coletivos vai além da atuação da Prefeitura e da BRK Ambiental. Ela inclui também a população. Onde a rede pública de esgoto já foi instalada, o primeiro passo é o morador se conectar para que o seu esgoto doméstico tenha a correta destinação e tratamento.

Outra regra fundamental são os cuidados necessários com os resíduos (restos de comida, cabelo, papel higiênico, absorvente íntimo, fraldas, pontas de cigarro, preservativos, lâminas de barbear, fio dental, além de óleo de cozinha ou lixo de qualquer espécie) para evitar problemas com a rede de esgoto. Medidas, como o descarte adequado dos resíduos e limpeza da caixa de gordura são eficazes contra os entupimentos e os vazamentos de esgoto.

Vale lembrar que para os casos de entupimentos e extravasamentos em via pública, a BRK possui um Call Center que atende pelo 0800 771 0001, além do Plantão Social no número (22) 99878-0023. Para mais informações sobre prevenção contra a dengue, acesse busqueporprevencao.com.br.

Macaé no combate ao mosquito da dengue

Para conter a presença do inseto no município, a Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria de Saúde, vem intensificando as ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti com visitas nos bairros e distritos. O objetivo é combater dos focos do mosquito, já que, de acordo com o Centro de Controle de Zoonoses, 80% deles estão dentro das residências. Além das visitas para eliminar focos, também está sendo realizado um trabalho de e conscientização da população para que cada morador para que cada morador dê a devida atenção ao seu próprio quintal, assim como os proprietários de pontos estratégicos como borracharia, ferro velho, cemitérios e empresas.

A orientação para todos é que mantenham os quintais sempre limpos e deixem bem protegidos da chuva os objetos que possam acumular água, como pneus, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas, copos descartáveis, entre outros. O lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados. A água acumulada sobre lajes, calhas, tanques, pratinhos de vasos de planta deve ser descartada e caixas d'água devem ser mantidas limpas e fechadas.

Crédito: Divulgação

 

 

 

Mais lidas da semana