Mídias Sociais

Esporte

Flamengo volta a oscilar na Libertadores e recoloca LDU na briga pela classificação

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Flamengo voltou a aprontar das suas na Libertadores. Empolgado após a conquista do Carioca, o Rubro-Negro chegou com moral para o duelo diante da LDU, no Equador. O Rubro-Negro precisava apenas de um empate para garantir a classificação antecipada para as oitavas de final, diante de um adversário até então com remotas chances de avançar à próxima fase. O cenário conspirava para uma noite tranquila, mas tranquilidade não é a palavra certa para definir a vida da equipe carioca no principal torneio da América do Sul.

A vitória sobre o Flamengo recolocou a LDU na briga pela classificação. A outra surpresa ficou por conta da derrota do Penãrol para o já eliminado San José, embolando ainda mais o Grupo D da Libertadores. O Rubro-Negro segue com isso na liderança da chave com 9 pontos, mas já não respira tranquilo como antes. O Fla terá que decidir o seu futuro na competição diante do Penãrol, na casa do adversário na última rodada da fase de classificação. A boa notícia é que o time depende “apenas” de um empate para se classificar.

A noite até começou bem para o Flamengo, que abriu o placar com Bruno Henrique, mas a verdade é que o Rubro-Negro não teve uma boa atuação na última quarta-feira. Apático, o time comandado por Abel Braga viu o adversário crescer no jogo e também na briga pela classificação. O fantasma de eliminações na primeira fase parece rondar novamente o clube carioca, embora o mesmo continue dependendo apenas de suas próprias forças para avançar.

No desembarque no Rio de Janeiro, coube ao meia Diego tentar explicar o revés sofrido diante da LDU. “Temos que assumir a responsabilidade. Aqui não tem nenhum garoto. Sabemos o que envolve e representa a Libertadores para o Flamengo”, afirmou.

As críticas novamente recaem sobre o técnico Abel Braga, que mesmo com um elenco nitidamente superior a todos os adversários da chave, vem encontrando bastante dificuldade em momentos decisivos. Foi assim na derrota diante do Peñarol em pleno Maracanã, como foi diante da LDU em Quito. O time agora terá mais uma decisão pela frente diante do Peñarol, com o adversário jogando a vida na competição. Os uruguaios precisam vencer para não depender de outro resultado para se classificar. E o Rubro-Negro também precisa fazer sua parte para não amargar mais uma eliminação na primeira fase da Libertadores.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas do mês