Mídias Sociais

Política

Vereadores de Macaé prestam solidariedade a ex-vereador e candidato a deputado estadual

Publicado

em

 

À esquerda na foto, vereador Maxwell Vaz (SD) usou o Grande Expediente da sessão desta quarta-feira, 3, para defender Chico Machado (PSD), pois, segundo ele, insinuações de que ex-vereadores estaria envolvido em caso de apreensão de caminhão de brinquedos seria “mentira” e “crime eleitoral”

Em sessão ordinária desta quarta-feira, 3 de outubro, na Câmara Municipal de Macaé, vereadores defenderam o ex-colega de plenária, Chico Machado (PSD), candidato a deputado estadual que teve seu nome envolvido no caso de apreensão de um caminhão de brinquedos nas Malvinas, que supostamente seria usado para compra de votos.

Usando seu tempo durante o Grande Expediente, o líder da oposição, Maxwell Vaz (SD) leu trechos de declarações dos envolvidos dadas à Polícia Federal, negando o envolvimento do ex-vereador no ocorrido.

Segundo as declarações, o caminhão de brinquedos, assim como um segundo caminhão, com bicicletas e tablets, entre outras coisas, seria ligado ao empresário Ian Araújo de Souza, dono da Mega Gás, que teria doado cerca de 40 mil reais para a compra dos produtos como forma de caridade, pelo Dia das Crianças, celebrado no próximo dia 12 de outubro.

O vereador criticou ainda a postura de páginas nas redes sociais que teriam envolvido o nome do ex-vereador no caso, inventando ainda a informação de que ele estaria com sua candidatura cassada, o que Maxwell chamou de “crime eleitoral”.

Líder do MDB na Câmara de Macaé, o vereador Paulo Antunes também fez coro com o colega de plenária, dizendo repudiar a ação dessas páginas nas redes sociais, que segundo ele, estaria cometendo uma injustiça ao ligar o nome de Chico Machado ao caso dos caminhões.

“Não tem nada a ver com o Chico. Queria deixar aqui o nosso repúdio a tudo que aconteceu na imprensa e nas redes sociais, tudo que aconteceu com o nosso amigo Chico Machado”, criticou o vereador emedebista.

 


 

Mais lidas do mês