Mídias Sociais

Política

Vereadores de Macaé anunciam intenção de deixar o MDB, seguindo prefeito, que deixou partido em junho

Publicado

em

 

Reeleito pelo partido em 2016, Prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (sem partido), surpreendeu a alguns aliados que havia levado para a sigla ao anunciar, às vésperas das eleições gerais, que estava deixando o MDB, que agora deve sofrer mais baixas

Em sessão ordinária desta terça-feira, 9, na Câmara Municipal de Macaé, marcada por agradecimentos e considerações após o primeiro turno das eleições gerais, no último domingo, 7, os vereadores Julinho do Aeroporto (MDB) e Paulo Antunes (MDB) anunciaram que podem estar de malas prontas para deixar o partido em breve.

Caso não sejam expulsos do partido, os 2 parlamentares devem se juntar aos também emedebistas, Dr. Márcio Bittencourt e Guto Garcia, que já haviam demonstrado interesse em deixar a legenda do atual presidente Michel Temer, do ex-governador do Rio preso, Sérgio Cabral, do atual governador, Pezão, e dos deputados estaduais do Rio presos, Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo.

Vale lembrar que antes mesmo das eleições gerais deste ano, o próprio Prefeito Dr. Aluízio (sem partido), foi o primeiro a “puxar a fila” ao sair do MDB em junho, deixando o partido sem um comando no município.

Falando no Grande Expediente da sessão desta terça, Paulo Antunes, mais antigo vereador de Macaé em exercício e que voltou a confirmar que não concorrerá a vereador em 2020, avisou que cansou do atual partido, mas disse que ainda não sabe qual destino seguirá no futuro.

“Vou sair do MDB quando a janela abrir. Cansei da sigla. Não sei para onde eu vou. Pode ser para o partido de Val [Barbeiro, PHS], se ele me aceitar lá. Pode ser para o partido de Luiz Fernando (PTC) se me quiserem lá. Ainda não sei. Eu já falei isso aqui e vou repetir: não virei mais candidato a vereador. Esse é o último mandato. Mas também não sou candidato a prefeito. Estou colocando meu nome à disposição da população. Se ela entender que Macaé precisa de um administrador, aí vamos analisar”, falou Paulo Antunes depois de parabenizar os colegas de plenária que concorreram a deputado estadual nestas eleições.

A notícia surpreendeu tanto quanto a declaração, mais em tom de brincadeira, dada pelo vice-presidente da Casa, Julinho do Aeroporto, que presidiu a sessão desta terça devido a um problema de saúde de Dr. Eduardo Cardoso (PPS), ausente da sessão.

Depois de Dr. Márcio pedir a Julinho, chamando de presidente do partido, que ele expulsasse o médico e o “libertasse das algemas do MDB”, Julinho brincou com o colega de bancada governista, dizendo que os 2 sairiam sair juntos.

“Fica tranquilo, vereador. Vamos sair juntos”, declarou Julinho.

O líder governista da Câmara, que substituiu justamente Dr. Márcio, porém, negou informações do blog do jornalista Daniel Galvão de que já exista uma candidatura de Paulo Antunes a prefeito em 2020 com seu nome como vice, embora tenha deixado claro o interesse em compor uma candidatura nas próximas eleições municipais.

“Não existe essa chapa. Isso não é verdade. Se tiver algum candidato a prefeito no futuro que tenha interesse em contar com a gente, vamos conversar e vamos analisar, mas, por enquanto, não existe nada”, afirmou Julinho.


 

Mais lidas do mês