Mídias Sociais

Política

Tribunal de Justiça do Rio amanhece nesta segunda, 28, com serviços interrompidos

Avatar

Publicado

em

 

Por decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ-RJ), desembargador Milton Fernandes de Souza, órgão teve serviços suspensos por causa da greve dos caminhoneiros

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) amanheceu nesta segunda-feira, 28, com serviços interrompidos em função do desabastecimento causado pela greve dos caminhoneiros, que paralisou o transporte de carga em diversas rodovias de 24 estados e do Distrito Federal.

As informações foram divulgadas pelo TJ-RJ ainda na tarde deste domingo, 27, em decisões do presidente do órgão, desembargador Milton Fernandes de Souza, que suspenderam, através dos Atos Executivos 145 e 146, de 2018, o expediente forense, as atividades e os prazos processuais dos processos físicos e eletrônicos em todo o estado nesta segunda.

Por meio de sua assessoria, o TJ-RJ explicou que os Atos foram publicados “em razão dos transtornos causados nos transportes, público e particular, devido à escassez de combustíveis provocada pela greve geral dos caminhoneiros, de proporção nacional, amplamente divulgada pela mídia”, e que “tais transtornos estão dificultando o deslocamento de advogados e jurisdicionados aos Fóruns deste Estado”.

Mais lidas da semana