Mídias Sociais

Política

Sem aulas há 20 dias devido ao coronavírus, Secretaria de Educação de Macaé anuncia compra de 60 ônibus novos para o transporte escolar

Avatar

Publicado

em

 

Mesmo com as aulas da rede pública municipal paralisadas desde o último dia 16 de março devido à pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Educação de Macaé anunciou nesta segunda-feira, 6, a compra de 60 novos ônibus para ampliar a frota do transporte escolar no município.

De acordo com a pasta, os novos veículos adquiridos pela prefeitura contam com ar condicionado, portas de acesso em ambos os lados para embarque e desembarque, permitindo que os alunos fiquem nas calçadas e não na direção das vias públicas, além de acessibilidade, com elevador hidráulico (foto) e espaço para pessoas com deficiência e cadeirantes, atendendo assim, quem possui mobilidade reduzida.

“Ao todo, uma média de 5.600 estudantes, do 1º ao 5º ano, que fazem uso do transporte dedicado, serão beneficiados”, revelou a Educação nesta segunda.

No mesmo decreto que paralisou as aulas, tanto das escolas públicas quanto das escolas particulares do município, assinado pelo prefeito Dr. Aluizio (PSDB) no dia 16 de março, a prefeitura estabeleceu ainda que toda a frota de veículos usados no transporte escolar fosse destinada, sem custo para os usuários, à população em geral.

Na última sessão da Câmara Municipal, no dia 30 de março, os vereadores chegaram a criticar a empresa Serviço Integrado de Transportes (SIT), concessionária responsável pelos serviços de transporte público em Macaé, porque, segundo denúncias recebidas pelos parlamentares, os veículos do transporte escolar estariam dentro dos terminais, o que obrigaria a população a pagar a passagem mesmo com o decreto do prefeito estabelecendo o contrário.

Na ocasião, os vereadores cobraram maior fiscalização da Secretaria de Mobilidade Urbana para resolver à questão junto à SIT, mas até o momento, a prefeitura e a concessionária não se manifestaram sobre o assunto.

De acordo com o anúncio da Secretaria de Educação nesta segunda-feira, os novos ônibus do transporte escolar têm a capacidade de 47 lugares, mas ignorando o decreto o prefeito, a pasta explicou que os veículos serão disponibilizados para o transporte dos estudantes da região central e da região serrana da cidade.

Na serra macaense, inclusive, os veículos serão mais altos, com suspensão diferenciada, características específicas para uso na área rural, e que tem a finalidade de assegurar o conforto e zelo dos transportados.

Sem mencionar como os novos ônibus serão utilizados no reforço do transporte municipal enquanto as aulas seguem paralisadas devido à pandemia do coronavírus, a Educação acrescentou que o tamanho dos novos ônibus é considerado ideal para garantir melhor mobilidade na cidade, causando, assim, o mínimo de impacto no trânsito do município.

Vereador licenciado, o Secretário de Educação, Guto Garcia (MDB), comentou que, mesmo com a paralisação das aulas, a pasta segue trabalhando em prol de ações para melhorar o atendimento aos alunos.

Ainda segundo ele, a compra dos novos ônibus, cujo valor não foi divulgado, representa um investimento na infraestrutura escolar, ampliando a frota com veículos mais modernos, seguros e adequados à legislação.

“A rede municipal atende uma média de 42 mil alunos. Deste total, 9 mil fazem uso do transporte escolar municipal (ônibus, vans, kombis e micro-ônibus), com atendimento para  alunos da Educação Especial, estudantes das áreas de difícil acesso e aqueles que moram distante da escola”, concluiu a Secretaria de Educação.

Apesar do anúncio feito nesta segunda-feira, a pasta não explicou quando esses novos ônibus estarão à disposição da população, nem como eles serão, de acordo com decreto do prefeito, destinados à frota de transporte público municipal, evitando o excesso de passageiros nos ônibus municipais durante a pandemia.

Mais lidas da semana