Mídias Sociais

Política

Projeto que obriga bares, restaurantes e casas noturnas do Estado a auxiliar mulheres segue em tramitação na Alerj

Avatar

Publicado

em

 

Autora do projeto de lei, deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB), quer que bares, restaurantes e casas noturnas ofereçam acompanhamento até um transporte às mulheres em situação de risco ou façam contato com a polícia diretamente

Foi aprovada em primeira discussão na Assembleia Legislativa do Estado do Rio um projeto de lei (PL2461/17) que pode obrigar os bares, restaurantes e casas noturnas do Estado do Rio a adotar medidas para auxiliar as mulheres que se sintam em situação de risco nas dependências desses estabelecimentos.

“Atualmente, fruto do aumento do uso das redes sociais, é cada vez mais comum a inscrição de homens e mulheres em sites e aplicativos de relacionamento, que acarreta em encontros agendados em bares, restaurantes e casas noturnas. Nesses encontros crescem os riscos relacionados à segurança, em especial à segurança da mulher, que muitas vezes é vítima de abusos físicos, psicológicos ou sexuais durante o próprio encontro”, afirmou a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), autora do projeto.

O texto propõe que o auxílio à mulher seja prestado pelo estabelecimento, que deve oferecer acompanhamento à vítima até algum transporte ou fazer a comunicação diretamente à polícia.

A proposta obriga ainda a fixação de cartazes nos banheiros femininos e em qualquer outro ambiente informando a disponibilidade do estabelecimento em oferecer este tipo de auxílio às mulheres que se sentirem em situação de risco. Depois de aprovado em primeira discussão, o projeto agora precisa ser votado em segunda discussão pela Casa.

Mais lidas da semana