Mídias Sociais

Política

Prefeitura divulga bons números do Cartão Macaé, mas lembra que cadastro vai só até dia 10 de setembro

Avatar

Publicado

em

 

Postos de cadastramento do Cartão Macaé já receberam mais de 10 mil moradores da cidade que buscam não perder os benefícios da passagem a 1 real

A procura pelo cadastramento do Cartão Macaé, que garantirá aos moradores do município os benefícios da passagem a 1 real, atingiu no fim da tarde da última segunda-feira, 16, o expressivo número de mais de 10 mil inscritos.

Apesar da alta média pouco maior de 1.810 cadastros por dia em apenas 6 dias de funcionamentos, sem contar os números desta terça, 17, e quarta-feira, 18, a procura ainda é baixa em comparação com dados demográficos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Se mantiver a média, que totaliza 10.864 cadastros realizados até segunda, as inscrições devem ficar muito distantes da população estimada pelo IBGE para Macaé em 2017, que era de 244.139 habitantes.

Apesar disso, a prefeitura ainda se mantém animada com os números alcançados em menos de uma semana de cadastramento, revelando que os locais com maior procura são a antiga garagem da Macaense e o Centro de Convenções, todos na região central do município.

“Além desses pontos, a população ainda conta com mais 5 locais para fazer o cadastro, na área central e serra. As pessoas que realizarem o cadastro continuarão a pagar R$ 1,00 na passagem de ônibus urbano. O procedimento é destinado apenas para moradores do município”, lembra o governo municipal.

A prefeitura lembra que o cadastro segue até o dia 10 de setembro. Entre os outros 5 postos de atendimento, estão o Instituto Federal Fluminense (IFF), a Cidade Universitária, e o CIEP 058 Municipalizado Oscar Cordeiro, além de postos no Sana e em Glicério, para atender a região serrana.

O governo municipal ressalta que quem não se cadastrar a tempo, ou não tiver direito ao benefício, por não ser morador da cidade, passará a pagar, a partir do dia 11 de setembro, o valor integral da tarifa, que é de R$ 3,07.
“Para o serviço foram disponibilizados 7 postos de cadastro que funcionam de segunda-feira a sábado, facilitando o acesso da população. Para agilizar, a prefeitura também disponibilizou um pré-cadastro online no link cartaomacae.com.br/cadastro. Mesmo para quem realiza o procedimento online, a ida até um posto fixo é necessária, uma vez que a conclusão do cadastro requer registro fotográfico”, explicou a prefeitura.

O governo municipal avisou ainda que o prazo para confecção do cartão passou de 15 para 30 dias, devido ao grande volume de cadastros, e a retirada deverá ser feita na garagem da Macaense, que fica na Rua Antero Perlingeiro, 402, no Centro, próximo ao Corpo de Bombeiros.

Atendimento – Os postos que atendem de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 18h, são o CIEP 058 Municipalizado Oscar Cordeiro, que fica na Avenida Doutor Geraldo Menecucci de Oliveira, 481, no Parque Aeroporto; o Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, que fica na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106); a Cidade Universitária, que fica na Rua Aloísio da Silva Gomes, 50, na Granja dos Cavaleiros; e o Instituto Federal Fluminense (IFF), que fica na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), km 164.
Na região serrana, o atendimento é realizado no Colégio Raul Veiga, localizado na Rua Lauro Gonçalves Pacheco, em Glicério, de segunda a sexta, das 8h às 20h, e nos sábados, das 8h às 18h; e no Macaé Facilita do Sana, que fica na Rua José de Jesus Júnior, 99, próximo ao campo de futebol, que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h, e aos sábados, das 7h às 12h.

Documentação – Para realizar o cadastro, os moradores precisam levar cópia e original da carteira de identidade; cópia e original do CPF; cópia e original do comprovante de residência em Macaé emitido até 90 dias da data do requerimento do cadastramento, como conta de água, luz, telefone, contrato de aluguel, que precisam estar em nome do usuário, do cônjuge, do companheiro e de ascendentes ou descendentes até o 2º grau de parentesco, devidamente documentado.
Em caso de não possuir nenhum comprovante, dispostos acima, o usuário poderá apresentar declaração de residência, com firma reconhecida em cartório, e cópia do comprovante de residência do declarante, lembrando a realização do cadastro é pessoal e intransferível, uma vez que há necessidade de retirada da foto no ato da conclusão.

Idosos e crianças – A prefeitura reforça que os idosos acima de 60 anos, detentores de gratuidade no transporte coletivo por força de legislação especial não necessitam efetuar cadastramento no Programa Macaé Cidadão.

Os alunos da rede pública de ensino, que desejarem usufruir do Cartão Macaé para uso particular, podem realizar o cadastramento no Programa Macaé Cidadão sem prejuízo da gratuidade concedida por legislação especial. Os beneficiários do Programa Municipal “Passe Social” não necessitam efetuar cadastramento no Programa Macaé Cidadão.
As crianças de até 6 anos de idade não necessitam do cadastramento, desde que, no momento da utilização do transporte público, estejam acompanhados do responsável legal. Mais informações podem ser encontradas na página da prefeitura, através do link, macae.rj.gov.br/mobilidadeurbana/conteudo/titulo/cartao-macae.

Mais lidas da semana