Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Rio das Ostras envia notificação à distribuidora de energia após quase perder vacinas em “apagão”

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeitura de Rio das Ostras enviou uma notificação na última segunda-feira, 9, a Enel SpA, empresa italiana distribuidora de energia na cidade, por conta do ‘apagão’ que colocou em risco o principal estoque de vacinas da cidade na última sexta-feira, 6.

A queda de luz aconteceu no início da noite de sexta-feira, e teria durado por 5 horas, colocando em risco o armazenamento das vacinas, pois segundo a prefeitura, o posto afetado pela falta de energia seria o principal local de armazenamento dos medicamentos, que são distribuídos para toda a cidade.

Para evitar as perdas, a prefeitura teria precisado consertas às pressas um gerador do posto.

A notificação enviada pelo município à Enel solicita investimento na manutenção e expansão da rede de energia elétrica. Segundo o município, atualmente funciona apenas a subestação, que fica localizada no distrito de Rocha Leão.

De acordo com o Prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Balthazar (PMDB), a falta de manutenção no sistema de energia tem, inclusive, gerado problemas em outras áreas da saúde no município.

“A sobrecarga no sistema devido à falta de manutenção tem ocasionado problemas no funcionamento de unidades de saúde, principalmente no Hospital Municipal e no Pronto Socorro. Não podemos deixar que vidas sejam colocadas em risco por esses problemas”, contou o prefeito ao portal G1.

Em nota, a Enel teria informado que o ‘apagão’ de sexta-feira ocorreu por conta de uma falha na linha de transmissão, que afetou o fornecimento de energia elétrica da subestação que atende Rio das Ostras na noite da última sexta-feira. Ainda segundo a empresa, o serviço foi normalizado na madrugada de sábado, 7, às 2h22, e as causas do ocorrido ainda estariam sendo apuradas.

Sobre o gerador que precisou ser consertado, a prefeitura teria informado ao site que o problema só foi detectado na hora do apagão, que já está sendo feito um monitoramento das condições dos geradores nas unidades de saúde para evitar novas surpresas.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana