Mídias Sociais

Cidades

Prefeitura de Quissamã se reúne com chefia Porque de Jurubatiba para tentar soluções para o turismo

Avatar

Publicado

em

 

A Prefeitura de Quissamã segue tentando encontrar maneiras criativas de solucionar a crise financeira com que a nova gestão recebeu o governo municipal, que chega a ter dívidas na casa de 80 milhões de reais e vem de quedas subsequentes de arrecadação.

E o turismo pode ser uma das maneiras criativas de gerar receitas para o município. Por isso, na última segunda-feira, 9, a Prefeita Fátima Pacheco (PTN), recebeu em seu gabinete o chefe do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, Marcelo Pessanha, para debater parcerias voltadas ao fomento do turismo ecológico, “não apenas como opção para a geração de emprego e renda, mas também valorizando a sua importância na educação ambiental”.

Unidade de conservação federal criada em 1988, o Parque tem como objetivo conservar e preservar, para fins científicos, educacionais, paisagísticos e recreativos, o seu belo, rico e ameaçado patrimônio natural, que engloba ainda os municípios de Macaé e Carapebus, representando o trecho de restinga melhor conservado do litoral fluminense, com 44 km de costa e 18 lagoas.

“É importante manter contato direto com autoridades, com a população, apostar na orientação. Nos últimos quatro anos, por exemplo, Quissamã não existiu para o Parque. A prefeitura não dialogou, as coisas não evoluíram”, revelou Marcelo, lembrando que um dos desafios atuais é controlar o acesso ao Parque.

Durante o encontro, Fátima destacou que as regras ambientais precisam ser respeitadas e disse não ver conflito com a atividade turística, que pode ser tão importante para a recuperação financeira do município.

“O Parque de Jurubatiba é uma de nossas maiores riquezas e pode impulsionar o desenvolvimento da região. Com responsabilidade e planejamento, todos serão beneficiados”, analisou a prefeita.

A Prefeitura de Quissamã lembrou ainda que pesquisadores e visitantes têm à disposição no Parque delicados ecossistemas, associados ao Bioma Mata Atlântica, onde sobrevivem diversas espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção.

Participaram também do encontro os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso; de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Aílton Rodrigues; o subchefe de Gabinete, Francisco Siqueira; o coordenador especial de Segurança Pública, Janderson Barreto; o guarda municipal Cabral, da Guarda Ambiental; além de Luiz Carlos Fonseca, responsável pelo setor de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento; e Gustavo Albuquerque, representando a Secretaria de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo.

Tunan Teixeira

Mais lidas da semana