Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Macaé lança novo pacote de medidas de combate à proliferação do Aedes aegypti em 2019

Avatar

Publicado

em

 

Agentes de combate às endemias e equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) intensificam ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito vetor de doenças como dengue, chikungunya e zika

Em vista das altas temperaturas e das chuvas constantes, que criam um clima favorável para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Macaé intensificou as ações de combate ao inseto com o trabalho diário de vistoria.

Nesta última sexta-feira, 8, o gabinete do Prefeito Dr. Aluízio (sem partido)  publicou novo decreto com os procedimentos de prevenção e controle da dengue, chikungunya e zika, doenças transmitidas através do mosquito.

Segundo o decreto, dentre as medidas para a contenção das doenças e do controle do mosquito, a Secretaria de Saúde promoverá ações de autoridade sanitária, visando impedir hábitos e práticas que exponham a população ao risco de contrair doenças.

“Em caso de verificação da presença do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zica ou a ocorrência da doença na localidade, fica a autoridade municipal autorizada a ingressar na respectiva habitação, terreno, edifício ou estabelecimento”, regula o decreto do prefeito.

O texto fala ainda a respeito do ingresso compulsório dos agentes de combate às endemias ou da equipe de fiscalização em imóveis particulares e públicos, nos casos de recusa ou de ausência de quem possa abrir esses locais.

De acordo com o decreto, as intervenções se farão necessárias “quando isso se fizer necessário para a contenção da doença ou do agravo à Saúde Pública; a inviabilização, apreensão e destinação de materiais que possam se constituir em potenciais criadouros de vetores que representem risco à Saúde Pública; a obrigatoriedade das imobiliárias permitirem acesso aos agentes de fiscalização para vistorias nos imóveis sob sua responsabilidade; a obrigatoriedade da manutenção de terrenos limpos”.

Composto por 17 artigos, e disponibilizado na íntegra no portal da prefeitura, o decreto estabelece ações para diferentes áreas, como a Mobilidade Urbana, no caso de veículos abandonados, bem como as penalidades para o caso de descumprimento das medidas necessárias à prevenção e controle das doenças.

“As ações de combate ao Aedes aegypti em Macaé são constantes. Visitas domiciliares, e a pontos estratégicos como, borracharias, ferros-velhos e empresas são práticas diárias das equipes formadas por agentes de combate a endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A atuação consiste na orientação da adoção de práticas preventivas, bem como a coleta de amostras para verificação de presença de larvas e eliminação de possíveis criadouros do mosquito. Quem quiser mais informação ou solicitar a visita de um agente, pode ligar para o 0800 0226461”, concluiu o governo municipal.

Nesta segunda-feira, 11, o CCZ divulgou um cronograma de atuação para esta semana, com atuações em diversos pontos da cidade, com orientações necessárias de como evitar a proliferação do mosquito, e com identificação e eliminação de locais que possam servir de abrigo para as larvas.

Somente este ano, 36.303 visitas foram realizadas entre domicílios e pontos estratégicos como empresas e borracharias. E nesta semana, o cronograma de atuação prevê visitas em São José do Barreto, de segunda (11) a sexta (15); Jardim Esperança, segunda (11); Jardim Carioca I, terça (12) e quarta (13); Jardim Carioca II, quinta (14) e sexta (15); Águas Maravilhosas, segunda (11) e terça (12); Nova Esperança, quarta (13) a sexta (15); Imbetiba, de segunda (11) a sexta (15); Morro de São Jorge, de segunda (11) a sexta (15); Nova Malvinas, de segunda (11) a sexta (15), exceto na terça (13); Virgem Santa, terça (13); Miramar, de segunda (11) a sexta (15); Vale dos Cristais, de segunda (11) a sexta (15); Bairro da Glória, de segunda (11) a sexta (15).


 

Mais lidas do mês