Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Casimiro de Abreu volta a descartar morte por vírus H1N1 e H3N2

Avatar

Publicado

em

 

De acordo com comunicado oficial da Prefeitura de Casimiro de Abreu, paciente que estava no Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes teria falecido por infecção causada pelo vírus A/H3

A Prefeitura de Casimiro de Abreu divulgou nesta sexta-feira, 4, um comunicado oficial a respeito do falecimento de uma paciente, residente no distrito de Professor Souza, descartando como causa da morte os vírus H1N1 e H3N2.

Segundo resultado da contraprova do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro Noel Nutels (LACEN), do governo do estado, a paciente, falecida no dia 20 de abril, que estava no Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes, teria morrido por infecção de outro tipo de Influenza (A/H3), vírus, que de acordo com o comunicado, “circula o ano todo, principalmente neste período”.

Ainda conforme a prefeitura informou nesta sexta, a paciente fazia parte do grupo de risco, pois já sofria de uma doença crônica e tinha baixa imunidade. O laboratório também descartou a possibilidade de H1N1 e H3N2 para outro paciente, morador do município de Rio das Ostras, do distrito de Rocha Leão, que veio a falecer dias depois no Hospital Municipal de Casimiro de Abreu.

De acordo com o governo municipal de Casimiro, o exame deste paciente, que também estaria “no grupo de risco”, teria apresentado resultado positivo para A/H3, descartando os vírus H1N1 e H3N2.

“A Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu já vem tomando todas as medidas necessárias. Por prevenção, o Hospital Municipal vem adotando, desde o mês passado, o uso de máscaras nos pacientes com sintomas de resfriado e gripe, além de higienização das mãos com álcool em gel. A Secretaria de Saúde mantém a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza nas unidades de saúde do município, vem fazendo campanha de prevenção nas redes sociais e já solicitou ao governo do estado reforço no estoque de vacinas. No próximo sábado, dia 12 de maio, será realizado um D de vacinação em todo o município”, explicou a prefeitura.

Nesta sexta, o Secretário de Saúde, Ibson Júnior, se reuniu com a equipe da Secretaria Estadual de Saúde para discutir outras medidas que deverão ser tomadas com objetivo de aumentar a prevenção desses casos no município.

“A principal recomendação para todos é que continuem a prevenção lavando as mãos com frequência; arejando bem a casa; se estiver resfriado ou gripado, não compartilhar objetos pessoais, usar lenços de papel. Para o grupo de risco a orientação é a vacinação. A Campanha Nacional de Vacinação contra influenza ocorre em todo município, nas Unidades de Saúde com sala de vacina e no Centro de Especialidades Médicas  (CREM), no Centro de Casimiro de Abreu, das 8h às 17h, de segunda a sexta”, disse a prefeitura, através do comunicado divulgado em seu site oficial.

O governo municipal de Casimiro lembrou também que, de acordo com protocolo do Ministério da Saúde, as vacinas são destinadas, prioritariamente, para o grupo de pessoas com maior risco, composto por crianças entre 6 meses a 5 anos de idade, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, professores, profissionais da saúde e pessoas com mais 60 anos.

“Aquelas portadoras de doenças crônicas poderão tomar a vacina em seu posto de saúde ou com laudo médico em qualquer outra unidade vacinadora. A vacinação acontece até

 

Mais lidas do mês