Mídias Sociais

Política

Macaé ganhará mais 4 UBSs no 2º semestre, ampliando a Atenção Básica de Saúde no município

Publicado

em

 

Obras da Unidade Básica de Saúde (UBS) que atenderá bairros de São José do Barreto e Barramares seguem a todo vapor visando inauguração no segundo semestre deste ano

A Prefeitura de Macaé anunciou nesta quinta-feira, 21, a ampliação do atendimento da Atenção Básica, com a construção de 4 novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em localidades estratégicas do município.

Segundo a prefeitura, 6 equipes vão atuar nos novos espaços que atenderão os moradores da Ajuda, Nova Holanda, Nova Esperança, São José do Barreto, Barramares  e Parque Aeroporto, bairros populosos da cidade.

O governo municipal salienta também que os trabalhos seguem acelerados e a previsão de entrega é para o 2º semestre desse ano, e que as unidades, construídas em área própria do município, serão responsáveis pelo atendimento de 40 mil pessoas.

“O objetivo é ampliar a cobertura das áreas mais populosas do município, que estão descobertas do atendimento básico”, explicou a Secretária de Atenção Básica de Saúde, Deusilane Galiza de Almeida.

Os recursos para a execução das obras são divididos igualmente pela Prefeitura de Macaé e pelo governo federal, com 50% dos investimentos cada um. Além do atendimento de médico de família, as unidades oferecerão consulta de enfermagem, vacinação, curativos, fisioterapia, preventivo, pré-natal, acolhimento a hipertensos e diabéticos.

“Isso inclui, também, as visitas domiciliares. Com as novas UBSs, o bairro da Ajuda terá 3 equipes; Barramares, duas equipes; Namorado, 3 equipes; e Nova Holanda, duas equipes. Cada uma é responsável por 4 mil pessoas. Algumas, como a do bairro Ajuda, já estão implantadas e atendem a população. Agora, elas ganharão novas instalações físicas para melhorar a assistência”, detalhou o governo municipal.

Ainda conforme a prefeitura, atualmente o município possui 43 equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF), que abrangem 172 mil pessoas e, com as 6 novas equipes, o número chegará a 196 mil pessoas, aumentando a cobertura municipal da ESF, que é de 70%, na área central do município, e de 100% na região serrana.

O governo municipal lembrou ainda que as obras das UBSs foram iniciadas em 2017 e que as plantas seguem padrão do governo federal, com consultórios médicos e odontológicos, salas de inalação, vacina, curativo, procedimentos, observação, atividades coletivas e administração, além de depósito de material de limpeza, almoxarifado, copa, banheiros para funcionários e com acessibilidade para os pacientes, expurgo e sala de esterilização.


 

Mais lidas do mês