Mídias Sociais

Política

Macaé altera calendário e adia vacinação contra o coronavírus para pessoas com 41 anos e lactantes por falta de doses de vacinas

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé alterou seu calendário de vacinação contra o coronavírus na noite desta quarta-feira, 7, adiando a aplicação de doses para a população em geral com 41 anos de idade, e para lactantes em amamentação de crianças acima de 24 meses.

O motivo, segundo comunicado da Secretaria de Saúde, é a falta de doses de vacinas distribuídas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, através do governo estadual do Rio.

Com isso, a vacinação para esses grupos, que estava prevista para esta sexta-feira, 9, foi adiada para a próxima semana, quando um novo calendário de imunização municipal deve ser divulgado.

Na manhã desta quarta-feira, a Secretaria de Saúde encaminhou ao Governo do Estado um pedido de envio de nova remessa de vacinas, e argumentou que, do último sábado, 3, até a manhã desta quarta-feira, mais de 14 mil pessoas com idade entre 50 e 43 anos receberam a 1ª dose nos polos de vacinação da cidade, além de pessoas da repescagem de grupos prioritários.

A pasta explicou ainda que já utilizou parte das 6.300 doses de vacinas entregues pelo Estado nesta terça-feira, 6, ressaltando que o calendário de vacinação foi acelerado para priorizar a aplicação da 1ª dose para o público geral.

A vacinação contra o coronavírus em Macaé acontece no CIEP 371 Leonel Brizola, na Barra de Macaé; no Colégio Estadual Matias Neto, no Centro; no Colégio Municipal Professora Maria Angélica Ribeiro Benjamim, na Aroeira; e no Colégio Municipal Zelita Rocha, no Parque Aeroporto; além da Cidade Universitária, que atende em sistema drive thru, na região central da cidade.

Na região serrana, a vacinação acontece nas unidades de Estratégia de Saúde de Família (ESF) do Sana, do Frade, da Bicuda, de Glicério, de Trapiche, da Areia Branca, e de Córrego do Ouro.

Para receber a 1ª dose das vacinas, é necessário que as pessoas apresentem um documento de identificação com foto, o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) ou o CPF, e um comprovante de residência.

Mais lidas da semana