Mídias Sociais

Política

Liminar barra empréstimo de 19 milhões em Arraial do Cabo

Avatar

Publicado

em

 

A Justiça determinou que o empréstimo que a prefeitura de Arraial do Cabo deseja contrair não saia do papel. A liminar foi expedida pela Justiça na tarde desta sexta-feira (03). Os vereadores de oposição ao prefeito Wanderson Cardoso de Brito, o Andinho (PMDB), ingressaram com Ação Popular na Justiça, solicitando a proibição da formalização do contrato de empréstimo de 19 milhões que a prefeitura deseja realizar junto ao Banco do Brasil.

O pedido de empréstimo foi votado e autorizado pela Câmara de Vereadores em sessão extraordinária no dia 26 de maio, feriado de Corpus Christi. A população invadiu o plenário no dia 24 (terça-feira), e impediu que a sessão continuasse. Os manifestantes dormiram na Câmara e saíram no dia seguinte (quarta-feira). Mas na quinta-feira (26) houve a sessão extraordinária que decidiu favoravelmente ao empréstimo.

A Justiça de Arraial do Cabo espediu uma liminar nesta sexta-feira (04) impedindo o empréstimo, por considerar o ato lesivo, já que o Executivo pretende fazer uma dívida que não será paga no mandato dele. Caso não acate a liminar, o município de Arraial deverá arcar com uma multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais).

Mais lidas da semana