Mídias Sociais

Política

Governador do Rio surpreende e veta projeto que implataria educação integral no estado

Avatar

Publicado

em

 

Tradicional para a população de Macaé, Colégio Estadual Luiz Reid, fica localizado na Rua Teixeira de Gouveia, 942, no centro da cidade

O Governador do Estado do Rio, Wilson Witzel (PSC), vetou o Projeto de Lei 114, de 2015, que implantaria o ensino integral no estado de forma gradual, seguindo os termos do Plano Estadual de Educação.

O texto é um dos 21 projetos publicados no Diário Oficial da última terça-feira, 22, divididos entre 9 leis novas e 12 textos que voltam para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) no começo da próxima legislatura, para análise pelo plenário.

Os novos deputados estaduais tomam posse no início de fevereiro. A proposta é de autoria do deputado reeleito, Jorge Felippe Neto (PSD), que assina o texto junto com o também reeleito deputado Waldeck Carneiro (PT), com agora ex-deputado, Tio Carlos (SD).

“O projeto foi uma construção amplamente debatida em audiência pública e uma promessa de campanha do governador Witzel. Espantoso o veto”, comentou Jorge Felippe Neto, que se mostrou surpreso com a decisão.

Na justificativa do veto, o governo argumenta que o modelo de educação integral com turno único já vem sendo implantado, e que as medidas são “tipicamente administrativas”, ou seja, de prerrogativa do Poder Executivo.

O veto do governador ainda não tem data para ser votados pelos novos deputados, que assumirão suas cadeiras na Alerj no próximo mês.

Mais lidas da semana