Mídias Sociais

Política

Governador do Estado realiza videoconferência com prefeitos e pede ação coordenada para enfrentar impactos do Coronavírus

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, realizou duas videoconferências, nesta segunda-feira, 30, com o intuito de dialogar com os prefeitos de todo o Estado. Na ocasião, Witzel pediu que os municípios hajam de forma coordenada para enfrentar o impacto das medidas restritivas de combate ao novo coronavírus.

O primeiro encontro reuniu os prefeitos do Norte e Noroeste Fluminense e, em seguida, com os das regiões Serrana e da Costa do Sol. Durante as conferências, os prefeitos apresentaram as ações que estão sendo tomadas para ampliar leitos nos municípios.  O governador pediu que organizassem as demandas por EPIs (equipamentos de proteção individual), kits de testagem e respiradores.

"Tenho recomendado aos prefeitos que sigam os protocolos conforme o decreto que publiquei hoje e que prorroga medidas restritivas por mais 15 dias. Sei que há pressões de todos os lados, mas temos que ter sabedoria, paciência e persistência para buscar soluções", afirmou.

O governador também lembrou aos prefeitos que o ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou a possibilidade de antecipar R$ 7 bilhões para o Estado do Rio de Janeiro, antecipando a receita com a outorga da Cedae.

Durante as conferências, os prefeitos apresentaram as ações que estão sendo tomadas para ampliar leitos nos municípios.  O governador pediu que organizassem as demandas por EPIs (equipamentos de proteção individual), kits de testagem e respiradores.

Witzel também falou da distribuição de cestas básicas para a população mais vulnerável economicamente, que começa a ser feita esta semana na capital, na Baixada Fluminense, em São Gonçalo e Itaboraí, mas deve ser, posteriormente, estendida a outros municípios.

 

Mais lidas da semana