Mídias Sociais

Política

Brasil recebe 500 mil testes rápidos do coronavírus vindos da China e presidente garante testes em todos os estados

Avatar

Publicado

em

 

O Ministério da Saúde recebeu, na tarde desta segunda-feira, 30 de março, o 1º lote com 500 mil testes rápidos para o novo coronavírus, doados pela empresa Vale, que vieram da China e foram encaminhados para o Estado de São Paulo.

De acordo com dados das secretarias estaduais de Saúde, até o fim do dia desta segunda-feira, o Brasil já tinha 4.661 casos confirmados da doença, com 165 mortes, sendo a maioria dos casos no Estado de São Paulo, que contava com 1.517 casos e 113 mortes.

Segundo informações da Agência Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), órgão oficial do governo federal, a Vale fechou a compra de 5 milhões de testes para a verificação de infecção por coronavírus.

Os testes, que estão sendo produzidos pela empresa chinesa Wondfo, e têm registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), são capazes de detectar anticorpos, permitindo que se tenha um resultado em apenas 15 minutos.

À Agência Brasil, a Vale revelou que a doação é uma forma de ajudar o governo brasileiro no combate à disseminação da doença no país. A mineradora contou ainda que está usando sua rede de logística na Ásia para trazer insumos ao Brasil, e explicou que as 4,5 milhões de unidades dos testes restantes serão entregues à empresa pelo fornecedor ao longo deste mês de abril, quando chegam também 600 mil testes doados pela Petrobras e que serão enviados ao Ministério da Saúde (400 mil) e à Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, 2º estado mais atingido pela doença.

Ainda segundo dados estaduais desta segunda-feira, o Estado do Rio tinha 657 casos confirmados e 18 mortes por coronavírus. Nesta terça-feira, 31 de março, as secretarias estaduais de Saúde informam que o número de casos em todo o país continua subindo e já atingiu, até o início da tarde, 4.683 pessoas contagiadas.

Capitais dos 2 estados, as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro são as mais afetadas pelos casos do coronavírus, com a capital paulista registrando 927 casos, e a capital fluminense registrando 553 casos.

Na última sexta-feira, 27, militares das Forças Armadas realizaram a Operação Covid-19 (em inglês, para a expressão Coronavirus Disease 2019) no Rio, promovendo a descontaminação de locais públicos de grande circulação como a Central do Brasil e as estações de metrô da cidade (foto), gerando imagens dignas de filmes.

A Agência Brasil explicou ainda que a logística de distribuição dos primeiros 500 mil testes doados pela Vale no Brasil será feita pelo governo federal e o Ministério da Infraestrutura é o responsável por garantir a oferta de linhas aéreas essenciais para o despacho do material.

“O ministro Tarcísio [Freitas, da Infraestrutura] está em contato com os estados através do Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans) e conta com a possibilidade de usar aeronaves e veículos oficiais, além do apoio das Forças Armadas”, informou o ministério à agência de comunicação do governo federal.

Em publicação no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que chegou a contrariar as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) pedindo que as pessoas voltassem à normalidade em declaração em rede nacional na semana passada, garantiu que os testes serão encaminhados aos 26 estados do país e ao Distrito Federal (DF), porém, sem mais informações sobre como eles serão distribuídos.

Mais lidas da semana