Mídias Sociais

Política

Canal de TV da Alerj agora passará a ter sinal aberto como acontece com a Câmara Federal e o Senado

Avatar

Publicado

em

 

Enquanto o número de casos confirmados do novo coronavírus já ultrapassam os 14 mil, com quase 1,4 mil mortes em todo o Estado do Rio, alterando a vida da população em todas as 92 cidades fluminenses, alguns serviços segue passando por modificações para se adequar à nova realidade de isolamento social e restrição de circulação impostas para prevenir o avanço da pandemia.

Entre eles está o canal da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), chamado de TV Alerj, e que, na última quarta-feira, 6, recebeu autorização para operar em sinal aberto, no canal 15.2, com transmissão inicial ao vivo das sessões plenárias da Casa, que vêm sendo realizadas por meio de videoconferências.

De acordo com a Alerj, a programação será estendida durante um período de testes, com a transmissão de audiências públicas e programação de estúdio, com testes técnicos e de alcance de sinal, para promover maior transparência e aproximar o Legislativo estadual da população.

Presidente da Alerj, o deputado estadual André Ceciliano (PT) classificou a abertura de sinal como mais uma conquista da transparência no Parlamento estadual, e ressaltou a importância da medida que já vinha sendo defendida há alguns anos, e que, começou a se tornar realizado nesta semana durante a pandemia.

“O sinal em rede aberta significa ampliar ainda mais a transparência [da Alerj], que sempre foi nossa proposta para nos aproximarmos ainda mais dos cidadãos. É uma luta de muitos anos, que conseguimos concretizar nessa gestão”, comentou André Ceciliano.

O presidente da Alerj lembrou também que a TV tem sido fundamental nas votações realizadas por videoconferência durante a pandemia de coronavírus, com transmissão pelo canal da Casa no YouTube, via satélite, e também pelo canal 12 da NET.

“Fizemos um grande trabalho, sem custos, para viabilizar as sessões remotas, e votar projetos importantes para a população nessa pandemia. Com o sinal aberto, vamos ampliar o alcance dos nossos debates e votações que influenciam na vida de todos”, completou o deputado estadual do PT.

Segundo a Alerj, a operação faz parte da Rede Legislativa de TV Digital Aberta, à qual a Alerj aderiu em convênio com o Senado Federal, ressaltando ainda que o sinal disponível será dividido entre todos os canais das diferentes instâncias do Poder Legislativo, cada um com sua própria programação.

“A TV Alerj transmite ao vivo as audiências públicas das Comissões Permanentes, as reuniões das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e as votações da Ordem do Dia do plenário. O canal também conta com diversos programas sobre temas relevantes para a população do Rio”, frisou o Legislativo estadual.

Mais lidas da semana