Mídias Sociais

Política

Campanha de vacinação antirrábica para animais de estimação acontece nesta semana em bairros de Macaé

Publicado

em

 

Começou nesta terça-feira, 26, a aplicação das vacinas antirrábicas para animais de estimação promovida pela Prefeitura de Macaé, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Lagomar I, e em unidade da Ajuda de Cima, no antigo ponto final do ônibus no bairro.

Os primeiros animais de estimação chegaram nesta terça, e receberam as vacinas, acompanhados de seus donos, e com todo o cuidado fornecido pelos profissionais do município, lembrando que a vacinação é gratuita.

Segundo a prefeitura, o atendimento aos animais acontece das 9h às 16h, e segue até esta sexta-feira, 29, mas com um cronograma que prevê a aplicação das vacinas em outras unidades de saúde animal no Lagomar II e III, e no Parque Aeroporto I.

Depois de passara pelo Lagomar II e pelo Parque Aeroporto I, nesta quarta-feira, 27, a campanha de vacinação antirrábica de Macaé segue nesta quinta-feira, 28, no Lagomar III, em unidade localizada na esquina da Rua W5 com a Rua W28, e na praça principal do Parque Aeroporto II.

A aplicação das vacinas, que é promovida pela equipe da Coordenação Especial de Vigilância Ambiental em Saúde, vinculada à Secretaria de Saúde, termina nesta seta-feira, com atendimento na Ajuda de Baixo, na Subestação da Enel, e no Parque Aeroporto III, na Praça da Ampra.

Segundo supervisor Joelson Gomes do Nascimento, a equipe oferece 1.000 doses da vacina antirrábica por dia, oferecendo oportunidade para a população proteger seus animeis de estimação, aumentando a expectativa de atender todos os animais de estimação do Lagomar.

O supervisor também explica que moradores de qualquer bairro podem levar seus animais de estimação, a partir de 4 meses de vida, para receber a vacina antirrábica, lembrando que não podem ser vacinadas as gatas e cachorras prenhas ou amamentando.

“A vacina antirrábica é obrigatória e deve ser aplicada uma vez por ano em gatos e cães. Ela evita a doença raiva que está controlada no país, mas, se o animal não for vacinado, pode causar preocupação para a saúde animal e do homem quando mordido por um animal com a doença. A vacina é a única forma de prevenir a raiva, uma infecção viral que ataca o sistema nervoso central, causa inflamação no cérebro, e é fatal em quase 100% dos casos, segundo dados do Ministério da Saúde. O controle da doença, através da vacinação dos animais, é importante para a saúde pública”, reforça a prefeitura.

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Rua Tupinambás 122 Gloria – Macaé/RJ

comercial@diariocs.com
(22) 2765-7353
(22) 999253130

Mais lidas da semana