Mídias Sociais

Política

Câmara de Campos aprova projeto de redução salarial de servidores comissionados do Legislativo

Publicado

em

 

Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes aprova plano de contingência salarial do Legislativo e muda horários das sessões ordinárias para as 17h

Derrotado nas eleições gerais de 7 de outubro, quando não foi eleito como deputado federal, o presidente da Câmara de Campos dos Goytacazes, Marcão Gomes (PR), colocou em votação um projeto de resolução em que propõe redução salarial no Legislativo.

O projeto foi colocado em votação nesta quarta-feira, 24, pois Marcão estaria preocupado com as baixas receitas, as menores desde 2015, propondo então a redução de 30% nos salários de cargos comissionados e funções gratificadas, além de cortes nas despesas com fornecedores.

Porém, de acordo com a colunista do Jornal Extra, Berenice Seara, corre pelos bastidores do Legislativo campista que o problema de caixa da Casa seria culpa do próprio Marcão, teria gastado mais do que deveria, embalado pelo calendário eleitoral.

Nesta semana, o Projeto de Resolução 0189, de 2018 (PR0189/18), que corria em regime de urgência, foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, reduzindo em 30% o valor mensal das remunerações brutas dos cargos em comissão e função gratificada da Câmara até dezembro de 2018.

Mudança de horário – A partir da próxima terça-feira, 30, a Câmara de Campos voltará a realizar suas sessões ordinárias às 17h, às terças e quartas-feiras. É o que estipula o Projeto de Resolução 0185, de 2018 (PR0185/18), que dá nova redação ao caput do Art. 337 da Resolução 8.683, alterando o horário das sessões ordinárias da Câmara de Campos, também aprovada por unanimidade dos parlamentares presentes.


 

Mais lidas do mês