Mídias Sociais

Política

Audiência pública da Alerj para debater atuação das OSs no Rio é adiada por problemas de agenda de órgãos estaduais

Avatar

Publicado

em

 

Marcada para a última segunda-feira, 17, a audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) para discutir o atendimento das unidades de saúde geridas por Organizações Sociais (OSs) acabou adiada pela Casa.

As atuações das OSs são um tema polêmico, inclusive tendo sido criticadas por ex-secretários de Saúde em Macaé, além de já ter sido alvo até mesmo de investigações policiais em diversas cidades do Estado do Rio.

A audiência seria promovida em conjunto pelas comissões de Saúde, e de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social, da Alerj, presididas respectivamente, pelas deputadas estaduais Martha Rocha (PDT) e Mônica Francisco (PSOL).

O objetivo inicial era debater possíveis irregularidades na prestação do serviço de atendimento à população nas unidades de saúde geridas pelas OSs, mas, segundo a Alerj, o cancelamento foi necessário devido à incompatibilidade de agendas da Secretaria Estadual de Saúde e do Ministério Público do Trabalho, que enviariam representantes.

“Como os temas em discussão exigem a presença de representantes dessas instituições ficou inviável manter a data. Nova data será definida entre as comissões oportunamente”, justificou a Alerj.

Mais lidas da semana