Mídias Sociais

Destaque

Redes de pesca irregular são apreendidas na Lagoa de Imboassica, em Macaé

Avatar

Publicado

em

 

A ação foi deflagrada pela Coordenadoria de Fauna da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade (Sema), o Inea e Guarda Ambiental

 

 Bertha Muniz

Cerca de dois mil metros de rede de pesca foram apreendidos durante uma operação visando fiscalizar a pesca irregular na Lagoa de Imboassica, em Macaé, realizada na tarde de ontem (17).

A ação foi deflagrada pela Coordenadoria de Fauna da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade (Sema), o Instituto Estadual de Ambiente (Inea) e pela Guarda Ambiental, após denúncias apontando que cinco pescadores do Farol de São Tomé e de Macaé, faziam a pesca irregular na lagoa.

Segundo o coordenador de Fauna, Fernando Barreto, cada pescador pode usar até 400 metros de rede. Os pescadores de Macaé pescavam fora do horário permitido, que é entre 18h e 5h - eles atuavam às 13h. Já os pescadores do Farol de São Tomé utilizavam malha de 30 a 35 milímetros, quando o autorizado por Lei é 40 milímetros de malha.

A Sema e o Inea mantêm um cronograma de fiscalização na Lagoa de Imboassica e na orla da cidade, entre as praias da Barra, Imbetiba e Campista, para coibir ações de crime ambiental. No mês passado, foram apreendidos seis mil metros de rede na orla entre o Forte Marechal Hermes e a sede da Petrobras.

De acordo com a Prefeitura de Macaé, as pessoas podem fazer denúncias sobre pesca irregular na Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade pelos telefones: 22-2772-3571 e 2772-3597).

 

Mais lidas da semana