Mídias Sociais

Destaque

Professora é assassinada dentro de academia em Campos dos Goytacazes; Ex-marido é o principal suspeito

Publicado

em

 

Uma professora de 35 anos foi morta a tiros dentro de uma academia na noite desta quarta-feira (3), no distrito de Travessão, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. O principal suspeito de cometer o crime é Paulo Rangel, ex-marido da vítima, que está foragido.

Informações obtidas dão conta de que Regiane estaria caminhando próximo a uma academia, quando avistou seu ex-marido. Ela saiu correndo, mas foi perseguida por Paulo.  Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima teria se escondido no estabelecimento, localizado na Rua Vicente Pelegrine, para fugir do atirador.

Paulo invadiu a academia por volta das 20h, disparou diversas contra a vítima e fugiu em seguida, em um Ford Fiesta de cor preta. A vítima foi atingida por três tiros no tórax, um nas costas e outro em uma das mãos. A professora chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil investiga a hipótese de crime passional e irá solicitar imagens de câmeras de monitoramento de locais próximos ao crime, além da academia. Segundo informações preliminares, Regiane teria se separado do marido, com quem morava em Cardoso Moreira, e se mudado para a casa dos pais, em Travessão, mas ele não teria aceitado o divórcio.

A professora era natural de Cardoso Moreira, mas residia em Travessão, onde dava aula em um colégio particular. Ela deixa três filhas. O ex-marido é dono de um restaurante. A ocorrência foi registrada na 146ª Delegacia Policial de Guarus (146ª DP), e o corpo da vítima levado para o Instituto Médico Legal (IML) do município. Até o momento, ninguém foi preso.

Mais lidas da semana