Mídias Sociais

Destaque

Acusado de matar capitão reformado da PM é preso com a arma do crime em Araruama

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Com ele foi apreendida uma pistola Taurus HC PLUS Inox, que segundo a PM, pode ser a mesma arma que foi subtraída do Cabo da Polícia Militar, De Moura, morto em em abril de 2018. 

Policiais civis e militares prenderam, na manhã desta quinta-feira (4), no distrito de Iguabinha, em Araruama, na Região dos Lagos, Luiz Henrique Machado da Silva, o Pixote, acusado por ter participação direta na morte do capitão da Polícia Militar Paulo de Andrade Romero, de 71 anos, no dia 31 de maio, também em Araruama.

Pixote foi capturado na Comunidade da Torre, durante uma operação conjunta deflagrada entre equipes da 3ª Companhia do 25º BPM e da 118ª Delegacia Policial (118ª DP), após o monitoramento de informações que levaram os agentes ao esconderijo do acusado.

Durante incursão ao local, o criminoso efetuou disparos contra os policias, que revidaram e iniciaram um confronto. Após o cessar fogo, os agentes encontraram Pixote ferido na cabeça e o socorreram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, onde ele recebeu voz de prisão e ficou internado sob a escolta da PM.

Com ele, foram apreendidas drogas e uma pistola Taurus HC PLUS Inox, que segundo a PM, teria sido a mesma arma que foi utilizada para assassinar o Capitão PM Romero, havendo ainda fortes indícios de ser a mesma arma que foi subtraída do Cabo da Polícia Militar, Antônio Carlos de Oliveira de Moura, lotado no BPRv, em abril de 2018, quando o mesmo foi sequestrado e morto, em Cabo Frio, município vizinho.

 

Morte do Capitão da Reserva

O capitão reformado da Polícia Militar (PM), Paulo de Andrade Romero, de 71 anos, foi morto com um tiro no peito em uma suposta tentativa de assalto na Avenida Araruama, perto da rodoviária da cidade.

O Portal dos Procurados divulgou, cartaz com título – Quem Matou? - para ajudar a Delegacia Policial de Araruama – com informações que levasse a prisão dos envolvidos na morte do militar.

De acordo com a PM, o militar prestava serviço de segurança ao comércio local e estava deixando a rodoviária com um funcionário da empresa, quando foi surpreendido por dois homens armados. Os criminosos queriam roubar a bolsa do amigo da vítima, que teria ido a uma agência bancária ali perto sacar uma importância em dinheiro.

Mais lidas da semana