Mídias Sociais

Polícia

Piloto de lancha que atropelou e matou menina de 10 anos, em Cabo Frio, irá para julgamento

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O piloto de uma lancha, que atingiu um “banana boat”, em 2016, decapitando uma menina de 10 anos e deixando outras três pessoas feridas, na Praia do Forte, em Cabo Frio, irá para julgamento. A justiça decidiu aceitar a denúncia contra o piloto.

De acordo com o Tribuna da Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), após a denúncia aceita, o processo passará por audiências e podem ser realizadas perícias que levarão à conclusão do inquérito. Testemunhas de defesa e acusação serão ouvidas e o piloto também será interrogado.

Ainda segundo o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o denunciado tem o prazo de 10 dias para apresentar a defesa, caso não apresente dentro do prazo, defensores públicos devem ser disponibilizados para defesa do piloto.

Na época do acidente, o homem que pilotava a lancha chegou a ser preso em flagrante, mas teve a liberdade provisória concedia. De acordo com o TJRJ, ele passou a cumprir medidas cautelares, como a proibição de acesso a qualquer embarcação marítima e comparecimento mensal ao juízo para justificar suas atividades.

Mais lidas da semana