Mídias Sociais

Polícia

Motorista de caminhão que atingiu escola, em Iguaba Grande, poderá responder por lesão corporal culposa

Avatar

Publicado

em

 

Veículo passou por uma perícia, que avaliará as condições do veículo

 

O motorista, que dirigia o caminhão, que atingiu a Escola Municipal Cláudio Moacyr, em Iguaba Grande, poderá responder por lesão corporal culposa.  A informação foi dada pela polícia Civil, que informou que o veículo envolvido no acidente passou por uma perícia no mesmo dia do acidente para apontar se ele tinha condições de transportar carga. O laudo sai em 15 dias e o resultado vai encaminhar a linha de investigação a ser adotada.

Do outro lado do caso, a secretaria de educação se organiza para que os alunos retornem as aulas nesta segunda-feira, 13. Tudo indica que as aulas serão ministradas em um prédio de um rede particular, que está desativado, até o fechamento deste ano letivo.

Com relação às obras de reforma, a prefeitura afirmou que a Defesa Civil e a Secretaria de Obras estão avaliando o prédio para dar início às obras de restruturação do prédio.

 Sobre o acidente – Na manhã desta segunda-feira, 06, um caminhão atingiu parte da escola municipal Claudio Moacyr, em Iguaba Grande. Apesar do susto, o acidente não deixou vítimas fatais. 14 crianças foram encaminhadas com ferimentos leves ao pronto socorro da cidade e foram liberadas, assim como o motorista e o ajudante, que estavam no caminhão.

O acidente deixou um grande prejuízo material. Parte da unidade escolar ficou destruída, sendo inviável a continuidade do ano letivo na escola.

 

Mais lidas da semana