Mídias Sociais

Destaque

Jovem é morto após festa em São Pedro da Aldeia e família suspeita que ex- companheira seja autora do crime

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Um rapaz identificado como Kaio Almeida Gonçalves, de 17 anos, foi localizado morto na madrugada do último domingo (30) na RJ-124, a Via Lagos, na altura do bairro Bela Vista, em São Pedro da Aldeia, após sair de uma festa no bairro Praia Linda. A família suspeita que a ex-companheira seja a autora do crime.

A irmã de Kaio, Cassiele dos Santos, relatou os acontecimentos antes e após a morte do jovem.

"Na madrugada de sábado para domingo, meu irmão, que é morador de Praia Linda, foi a uma festa da prima, na antiga Estrada de Iguaba, acompanhado da mulher", conta Casielle, que relembra que Kaio e a suspeita, Helen, estavam discutindo muito após uma suspeita de traição da parte dela: "Meu irmão já estava alterado, pois tinha bebido muito e quebrou o celular dela".

Ainda conforme a família, amigos da vítima tentaram colocar Kaio dentro de um carro, para que fosse levado para casa, mas Helen não deixou. Essa foi a última vez que o rapaz foi visto com vida. "Ela tirou ele do carro e foram embora brigando. Depois disso ninguém sabe o que aconteceu", relata Cassiele.

Algumas horas depois, a mulher foi até a casa da mãe de Kaio, onde moravam e pegou todos os documentos dela. "O pai do meu irmão perguntou por ele e ela disse que estava voltando para buscá-lo. De fato disseram que ela voltou, mas achamos que ela só voltou para que ninguém desconfiasse do crime". Depois disso, Helen não foi mais vista.

No mesmo momento, de acordo com os familiares, Kaio já estava morto na rodovia e ainda chegou a ter o corpo atropelado por um automóvel. "O rapaz do carro prestou socorro, se disponibilizou a ajudar, mas ele já estava morto. Não foi esse carro que atropelou e matou ele", lamenta a irmã.

Helen chegou a entrar em contato com a família de Kaio.

"Ela mandou áudios chorando, dizendo que não fez nada, que está muito assustada com o acontecido. Mas não procurou a delegacia até agora e disse que só vai se apresentar depois de ser intimada. Só queremos saber o que aconteceu de verdade com meu irmão e porque ela fugiu", desabafa Cassiele.

Na tarde desta quarta-feira (2), testemunhas vão prestar depoimento sobre o caso na 125 DP, onde a ocorrência foi registrada. O corpo de Kaio foi sepultado na terça-feira (1).

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda mais detalhes sobre as investigações.

Mais lidas da semana