Mídias Sociais

Destaque

Engenheiro da MRV passa a noite da delegacia de Macaé e deverá sair hoje, após pagar fiança de 30 salários mínimos

Bertha Muniz

Publicado

em

Funcionário da construtora foi preso na tarde de ontem (8), após uma operação da Polícia Civil para averiguar uma denúncia de crime ambiental nos apartamentos da MRV, no Barreto.

Um engenheiro da MRV Engenharia foi preso e passou a noite na carceragem da 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP). O flagrante foi feito durante uma operação realizada pela Polícia Civil na tarde de ontem (8), nos condomínios da construtora, no bairro São José do Barreto, em Macaé.

A operação foi deflagrada após uma denúncia feita por moradores ao Ministério Público (MP), afirmando que a MRV não teria entregue os empreendimentos com o sistema de saneamento básico. Segundo a polícia, o engenheiro é o responsável pelas obras do empreendimento, feitas sem infraestrutura adequada. A queixa dos moradores ao MP ainda relata que o esgoto acumulado por conta da construção dos apartamentos, estaria sendo despejado in natura.

Peritos estivem no local para e constataram que o material despejado em via pública está poluindo o canal Campos – Macaé. No empreendimento moram cerca de 280 famílias, uma média de 2.800 pessoas. A operação foi coordenada pelo delegado titular da 123ª Delegacia Policial de Macaé (123ª DP), Filipe Poeys e pelo delegado adjunto, Rodolfo Maravilha.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, três funcionários da MRV foram conduzidos para a delegacia para prestarem esclarecimentos na noite de ontem. Após acareação, o engenheiro foi autuado na Lei 54 de Crimes Ambientais e ficou preso. O responsável pelas obras do empreendimento, deverá pagar ainda hoje uma fiança no valor de 30 salários mínimos, para que seja solto e responda pelo crime em liberdade.

Foto: Imagens aéreas/ Drone Polícia Civil

Mais lidas do mês