Mídias Sociais

Esporte

Vasco está prestes a perder um de seus destaques nos próximos dias

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco pode perder um de seus destaques nos próximos dias. Com o contrato de empréstimo perto do fim, o Cruz-Maltino vê com muita dificuldade a permanência de Benítez no próximo ano. O novo presidente, Jorge Salgado, considera muito alto o investimento na compra dos direitos econômicos do jogador, o que deixa as partes ainda mais longe de um acordo.

O Vasco tenta extender o contrato de Benítez (que se encerra no dia 31 de dezembro) até feveireiro, que é quando termina o Campeonato Brasileiro. Dono dos direitos econômicos do jogador, o Independiente não cogita essa possibilidade. Os argentinos querem vender o atleta e não aceitam outra proposta que não seja de uma compra em definitivo.

"Não sei o que vai acontecer, esperemos. Mas não é possível um empréstimo até o fim do Brasileirão. O presidente falou que há uma questão da Fifa (sobre prorrogação de empréstimos que venceriam em dezembro), mas não é assim. O empréstimo se encerra em 31 de dezembro. Se não se chegar a opção de compra, há outros três ou quatro clubes interessados, e nós avançaremos", afirmou Jorge Damiani, diretor esportivo do Independiente.

Pelo lado do clube carioca, a conversa se mantém a mesma de quando a negociação era tocada por Alexandre Campello. O clube quer prorrogar o vínculo do jogador até fevereiro, mas sabe o quanto os argentinos são contrários a essa possibilidade. Prestes a assumir o Vasco, o presidente Jorge Salgado afirmou em entrevistas recentes que não pretende fazer loucuras no início de seu mandato.

"Para ser muito sincero, não houve nenhuma sinalização positiva por parte do empresário, que diz que ele tem de ser devolvido ao fim do contrato. Isso é um desejo do presidente do Independiente. Já falei com o empresário da nossa proposta de estender o contrato até o final do Brasileiro. Nada mais justo do que o contrato ser estendido. Ele deve ter passado isso para o presidente. Tentei falar com o presidente duas vezes, não consegui, mas vou continuar tentando", disse Jorge.

Caso nada de diferente aconteça e as partes sigam irredutíveis, a tendência natural é que Benítez volte ao Independiente para definir o seu futuro. A tendência é que ele seja vendido para outro clube. Do lado argentino, o Independiente garante ter três ou quatro interessados no jogador.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana