Mídias Sociais

Esporte

Valentim volta a ser alvo de vaias após primeira sofrer a primeira derrota no ano

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco perdeu a sua invencibilidade no Campeonato Carioca. Na tarde do último domingo (17), o Cruz-Maltino foi surpreendentemente derrotado pela Cabofriense, por 2 a 0, no Estádio Kleber Andrade. Assim como já havia acontecido no meio de semana pela Copa do Brasil, o técnico Alberto Valentim voltou a ouvir xingamentos vindos das arquibancadas.

Os números do Vasco na temporada são bastante positivos. Em 14 jogos, o Cruz-Maltino soma 10 vitórias, três empates e apenas uma derrota. Nesse período, o time ainda conquistou o título do primeiro turno do Campeonato Carioca. Mas ainda assim, a torcida não anda muito satisfeita com o futebol apresentado pela equipe dentro de campo. Nos dois últimos jogos, gritos como “burro” e outros xingamentos foram vistos com frequência.

Assim como havia feito no meio de semana, Valentim adotou uma postura compreensiva com as vaias. “O importante é que não direcionem para os jogadores, aí vai ficar tranquilo, aí os jogadores se sentem mais tranquilos. A gente vai seguir nossa estrada. Eu estou começando minha carreira, mas sei como funcionam as coisas como treinador. Você é aplaudido, vaiado. Temos que seguir nossa caminhada”, destacou Valentim.

Embora já esteja garantido na semifinal geral do Carioca, o Vasco se complicou na Taça Rio. A derrota para a Cabofriense fez o Cruz-Maltino cair para o terceiro lugar do Grupo A, ficando dois pontos atrás do Volta Redonda, que estaria classificado se o torneio terminasse hoje. O Fluminense reina absoluto na chave, com 11 pontos.

Ainda restam dois jogos para o Vasco na Taça Rio. O Cruz-Maltino encara o Resende na próxima quarta-feira (20) no Estádio Raulino de Oliveira. Na última e decisiva rodada, a equipe terá pela frente o Bangu, outro que briga por classificação. Esse duelo será realizado no sábado (23), às 19h, em São Januário.

Foto: Carlos Gregório Jr

Mais lidas do mês