Mídias Sociais

Esporte

Reforços chamam a responsabilidade e comandam o Flamengo neste início de temporada

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A dupla Bruno Henrique e Gabigol vem se destacando bastante no Flamengo neste início de temporada. Contratados no início do ano, os dois participaram diretamente de metade dos gols marcados pelo Rubro-Negro em 2019. A parceria que começou no Santos vem decidindo jogos a favor da equipe carioca, como aconteceu na estreia da Libertadores, na vitória por 1 a 0 sobre o San José, da Bolívia.

Gabigol estreou pelo Flamengo primeiro, no empate por 1 a 1 com o Resende, no dia 23 de janeiro. Bruno Henrique vestiu a camisa do Flamengo pela primeira vez na rodada seguinte. Nesse período, o Flamengo balançou as redes em 18 oportunidades. A dupla participou de forma direta de 9 desses gols, seja com bola na rede ou assistências.

Não é só dentro de campo que a dupla está dando certo. Fora das quatro linhas, os dois também demonstram bastante entrosamento. “Sempre falei para ele que tinha muita vontade de jogar com ele. No Santos jogamos muito pouco juntos, ele acabou machucando, foi muito complicado. Mas estou muito feliz, fui uma das pessoas que mais o pedia aqui (risos). Nossa parceria tem tudo para dar certo, eu espero que continue assim”, disse Gabigol.

Bruno Henrique também falou sobre a relação com o companheiro de equipe. “Nossa parceria vem desde o Santos. Foram poucos jogos, mas acho que pude contribuir. Já nos entendíamos super bem nos treinos e nos jogos, e aqui no Flamengo não tem sido diferente. Fico muito feliz, começamos muito bem, isso é trabalho. Sabemos a dimensão do Flamengo. Vamos continuar trabalhando para crescer cada vez mais”, destacou Bruno Henrique.

O próximo jogo da equipe com a camisa do Flamengo pode ser no clássico de sábado (9) contra o Vasco, às 19h, no Maracanã. O técnico Abel Braga ainda não definiu o time. O treinador pode poupar alguns jogadores em virtude do jogo da próxima quarta-feira (13) contra a LDU, pela Libertadores da América, também no Maracanã.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas do mês