Mídias Sociais

Esporte

Presidente do Flamengo teria pedido “ajuda” ao elenco após eliminação no Carioca

Sérgio Barcellos

Publicado

em

Após a eliminação no Campeonato Carioca na semifinal diante do Botafogo, o vice-presidente de futebol do Flamengo Ricardo Lomba teceu duras críticas ao elenco. Quase que imediatamente após a eliminação, o presidente do Rubro-Negro, Eduardo Bandeira de Mello se reuniu com os jogadores. O grupo, claro, esperava fortes cobranças, mas o que se viu foi o contrário. O mandatário teria pedido “ajuda” ao elenco. Para a surpresa de todos. As informações são do portal Uol Esporte.

De acordo com a publicação, Eduardo Bandeira de Mello lembrou que está terminando seu mandato e que gostaria de deixar o clube “bem”.

“Faltam nove meses e dois dias para acabar o meu mandato. Eu preciso de ajuda para terminar bem”, teria dito o presidente aos jogadores segundo o Uol.

Ainda no encontro, Eduardo Bandeira de Mello teria citado a situação política atual do Flamengo, atacando figuras do clube. “Eu não quero que os ladrões voltem ao Flamengo. Eles não podem voltar para cá”, teria dito o presidente.

Procurado posteriormente, o mandatário fez uma correção: “o que posso dizer é que não usei a palavra ‘ladrões’. Sobre o restante, prefiro não comentar. Trata-se de uma reunião privada”, encerrou Bandeira.

Cabe lembrar que Eduardo Bandeira de Mello já se reelegeu e não poderá continuar no cargo ao fim de seu mandato atual. Segundo informações, o mandatário está cada vez mais isolado politicamente e teme que seu grupo perca poder no Fla.

Foto:

Mais lidas do mês