Mídias Sociais

Esporte

Odair enxerga evolução no Fluminense em mais uma partida sem balançar as redes

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense segue com o jejum de gols após a retomada do Campeonato Carioca. Em três partidas até aqui, o setor ofensivo do clube passou em branco. Só que ao menos por enquanto, a falta de bola na rede não está prejudicando a equipe. Mesmo após o 0 a 0 diante do Botafogo, o Tricolor das Laranjeiras garantiu a classificação para a final da Taça Rio por ter feito melhor cmapanha na fase de grupos.

A falta de gols não parece incomodar Odair Hellmann. Na visão do treinador, o Fluminense vem subindo de produção a cada rodada. Tanto que ele considera essa última partida a melhor exibição do time desde a volta do Estadual.

"Evoluímos do primeiro para o segundo e do segundo para o terceiro. Hoje fizemos o melhor jogo dos três, jogo bastante consistente, estrutura bem sólida. Tomamos poucos contra-ataques. Fizemos uma mudança de estrutura que deu resposta positiva. Nossas avaliações foram boas. Quero parabenizar os jogadores por todo o esforço que tiveram durante todo esse período, se dedicaram ao máximo para que fôssemos responsáveis como fomos fora do campo e conseguíssemos os objetivos dentro dele", afirmou Odair.

Quem assistiu a partida foi um Fluminense com sérias dificuldades para criar as jogadas. O jogo contra o Botafogo colocou frente a frente as duas equipes que mais demoraram a voltar a treinador para a retomada do Carioca. Talvez isso explique, em partes, a volta de ritmo e objetividade de ambos os lados. Foram raras as chances de gol.

O Fluminense agora terá pela frente o Flamengo, que é favoritíssimo na grande final. Mesmo com todas as dificuldades mostradas até aqui, Odair vê o confronto em aberto. "Passamos para uma final, é um jogo decisivo. Vamos entregar tudo que temos, mesmo com dois dias de descanso para quem estava três meses parado. Os momentos são diferentes. O adversário chega muito mais preparado em todos os aspectos, fisicamente também. Mas tentaremos manter nossa organização, uma estrutura consistente e fazer nosso jogo, para conseguirmos esse título", encerrou o treinador.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana