Mídias Sociais

Esporte

Marcão critica bastante a arbitragem após empate com o Santos na Vila Belmiro

Publicado

em

 

O Fluminense ficou no empate por 1 a 1 com o Santos no último domingo na Vila Belmiro. O Tricolor das Laranjeiras deixou o campo bastante irritado com a arbitragem de Savio Pereira Sampaio. A maior parte das reclamações foi por conta da expulsão do zagueiro Nino. A decisão foi bastante criticada pelos jogadores e também pelo técnico Marcão.

O que a gente mais lamenta é o critério. As escolhas do árbitro. Para um lado ele usava de uma forma, para o Fluminense, ele foi muito duro. O lance do Nino, eu acho que não foi falta. Duas jogadas antes, o atacante já tinha segurado o Nino na camisa, e ele (juiz) não deu falta. Foi irritando os nossos atletas. Jogo equilibrado, jogo igual... No segundo tempo, com dificuldades, ele foi dando umas faltinhas, que, para mim, o critério foi diferente", disse o treinador em entrevista coletiva após o jogo.

Marcão evitou colocar a culpa do resultado no zagueiro e prestou apoio ao jogador. "Conversamos com o Nino, o tranquilizamos. A responsabilidade é dividida, toda nossa. O mais importante desse momento é o equilíbrio, recompor os nervos, porque na quinta-feira tem mais uma grande final. É fazer de tudo para nesse jogo a gente consiga um resultado positivo e garanta a melhor posição possível", disse Marcão.

O treinador falou também sobre o duelo contra o Fortaleza, na quinta.

"É concentrar nossa força toda no jogo contra o Fortaleza, tentar fazer o nosso melhor, deixar tudo dentro campo. O apoio, a energia boa do nosso torcedor, que tem acontecido, tem chegado para gente, e é muito legal viver esse momento. Mais uma vez a gente pede demais o apoio deles para que nossos jogadores façam uma excelente partida e consigam a vitória tão importante e, com certeza, alguma coisa boa vai acontecer. Esses meninos estão se dedicando ao máximo, com muita entrega, muita responsabilidade com a nossa camisa, nossa instituição. Tenho certeza que vai acontecer alguma coisa muito boa pare eles", encerrou Marcão.

Foto: Mailson Santana

 

Mais lidas da semana