Mídias Sociais

Esporte

Macaé Basquete projeta arrancada na reta final do NBB rumo ao sonho: chegar aos playoffs

Avatar

Publicado

em

 

O ano de 2016 do Macaé Basquete também não foi dos mais animadores. Se na temporada passada o time fechou sua participação no NBB na lanterna da competição, na atual, o cenário não mudou muito. O time hoje é o penúltimo colocado, com duas vitórias e oito derrotas em dez jogos. Mas a vitória com autoridade sobre o Basquete Cearense na última rodada trouxe novo fôlego a equipe e pode ser o divisor de águas do time na competição. O início de uma arrancada rumo ao sonho: chegar aos playoffs.

O Macaé Basquete passou por uma grande reformulação para esta temporada e está pagando por isso. Alguns jogadores chegaram com o NBB já em andamento e o time tem sofrido até aqui com a falta de entrosamento. Mas aos poucos, a equipe vai se encaixando, e os resultados vão aparecendo.

“A equipe está em uma crescente. A vitória sobre o Basquete Cearense mostrou a real cara desse time. As lesões também nos atrapalharam um pouco, mas temos que contornar esses problemas e seguir trabalhando. Esperamos continuar crescendo na competição para assim conquistarmos uma vaga nos playoffs que sempre foi o nosso principal objetivo”, afirmou o técnico Léo Costa.

A temporada 2014/2015 serve de inspiração. Na ocasião, o Macaé só conseguiu a classificação para os playoffs na última rodada. Nas oitavas de final, surpreendeu. Mesmo pegando o time de melhor campanha, despachou o Minas com uma vitória por 3 a 1 na série e avançou às quartas de final, onde pegou o Mogi. Por muito pouco, o Alvianil Praiano não chegou a semifinal. Diante dos paulistas, o time comandado pelo técnico Léo Costa deu trabalho, mas perdeu a série por 3 a 2.

Na atual temporada do NBB, o Macaé Basquete perdeu na estreia para o Bauru, por 84 a 76. Na sequência, o time também foi derrotado por Franca, por 86 a 79. Na estreia em casa, o time por muito pouco não bateu o Pinheiros. Teve boas chances para isso, mas acabou sofrendo um revés por 92 a 90. Outro jogo bastante equilibrado também foi contra o Campo Mourão, mas os paranaenses venceram por 71 a 68. No segundo jogo no Juquinha, nova derrota. Dessa vez por 96 a 84 diante do Paulistano. A primeira vitória veio contra o Liga Sorocabana, por 68 a 66, no Juquinha, no último dia 3 de dezembro. Na sequência, derrotas para o Caxias do Sul (87 a 83) e Vitória 67 a 59. O último jogo do ano foi contra o Basquete Cearense, onde os macaenses venceram por 64 a 53.

Sérgio Barcellos

Foto: Raphael Bózeo

Mais lidas da semana