Mídias Sociais

Esporte

Macaé Basquete foi premiado com o troféu de Melhor Ação Social Continuada por conta de seus excelentes projetos. Foto divulgação

Avatar

Publicado

em

 

O ano de 2017 foi bastante delicado para Macaé no âmbito esportivo. A maioria dos projetos teve seu orçamento reduzido por conta da crise financeira, o que gerou impactos nas mais diversas modalidades. Tanto o futebol como o basquete perderam seu principal patrocinador e precisaram se reinventar.

No futebol, o Macaé Esporte passou por um ano delicado. Com a redução do orçamento, a diretoria do clube precisou se desdobrar na montagem do elenco. O resultado disso foi um Campeonato Carioca bem abaixo das expectativas. A equipe chegou a passar o torneio inteiro sem conquistar uma vitória sequer. Foram dois empates e nove derrotas. A boa notícia é que o Alvianil Praiano conseguiu evitar o rebaixamento. No Brasileiro da Série C, o time não teve a mesma sorte. Acabou rebaixado e terá que disputar a Série D do ano que vem.

Apesar do momento complicado, a direção conseguiu se estruturar e o time agora está se reerguendo. O Macaé está disputando a primeira fase do Carioca, onde já conseguiu duas vitórias em dois jogos. O time caminha a passos largos para conseguir a classificação para a fase principal, onde estarão os grandes do Rio. A atuação do time até aqui tem sido bastante elogiada na imprensa. A expectativa para 2018 são animadoras.

No basquete o Macaé também se viu obrigado a passar por um momento de reestruturação. Também com corte em suas receitas, precisou montar um time com orçamento reduzido. Ainda assim, a direção acertou na contratação de Kendall Anthony. O norte-americano foi um dos principais destaques do NBB. Chegou até a conquistar o prêmio Oscar Schmidt, dado ao maior cestinha.

Por falar em NBB, o Macaé Basquete começou mal a competição, acumulando uma sequência de derrotas. No entanto, o Alvianil Praiano emplacou uma reação espetacular na reta final, conseguindo a classificação para os playoffs. Só que no playoff o time pegou nada mais nada menos que o Bauru. Os macaenses perderam a série melhor de cinco com um três a zero e, posteriormente, o Bauru veio a ser o campeão da temporada. Também por conta da restrição no orçamento, o time teve que abrir mão da participação na temporada 2017/2018 do NBB. A boa notícia é que a equipe conseguiu se reerguer com novos patrocinadores e agora vai disputar a Liga Ouro no próximo ano, que é uma divisão de acesso. O Macaé Basquete também conseguiu manter vivo os projetos Basquete na Praça, Macaé Sobre Rodas e as categorias de base. Exatamente por isso, o clube recebeu o prêmio de Melhor Ação Social Continuada, da Liga Nacional de Basquete.

Sérgio Barcellos

Foto: divulgação

Mais lidas da semana