Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo espera reforços para ter Vasco mais competitivo em 2020

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Mesmo sem a garantia de permanecer no Vasco em 2020, o técnico Vanderlei Luxemburgo já deu início ao planejamento para o próximo ano no clube. A intenção é dar continuidade ao trabalho e também montar um time mais competitivo. O treinador já identificou algumas lacunas no elenco que precisam ser preenchidas: um centroavante, um meia de criação e um lateral-esquerdo.

"Não podemos errar. Tivemos o timing do Guarín agora. Chegou gordo, fora de forma, mas com uma pré-temporada vai evoluir. Para a equipe que queremos, queremos mais Guarín. Sem perder a responsabilidade que o presidente tem", disse Luxemburgo em entrevista coletiva após o jogo contra a Chapecoense.

O ataque é a maior prioridade. Alguns nomes que já foram ventilados nos corredores do clube em outras ocasiões parecem ter voltado à pauta. São eles os argentinos Nicolás Blandi, do San Lorenzo e Germán Cano, do Independiente Medellín. Segundo informações, existem ainda dois brasileiros na lista apresentada por Luxemburgo, mas os nomes são mantidos em sigilo.

A procura por uma meia de criação também é antiga. A ausênsia de um atleta com essa característica obrigou Luxemburgo a mudar a forma do time jogar, tendo muitas vezes que optar por volantes. Bruno César foi um jogador que chegou com muita expectativa, mas acabou não vingando. Na lateral o principal alvo é Douglas Santos, do Zenit. As outras opções seriam Moisés, do Bahia, e Sander, do Sport.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana