Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo é oficialmente apresentado no Vasco em coletiva no CT do Almirante

Publicado

em

 

O Vasco apresentou de forma oficial nesta segunda-feira (4) o sucessor de Ricardo Sá Pinto. O escolhido para comandar a equipe a beira do campo foi Vanderlei Luxemburgo. O treinador concedeu coletiva no início da tarde no CT do Almirante, onde falou sobre os motivos que o levaram a aceitar o trabalho e por quais objetivos o time irá brigar na reta final do Brasileiro.

"Não foi um convite, foi uma convocação. É uma experiência nova esse campeonato de 12 jogos. Estou muito orgulhoso de voltar em um momento em que todos nós temos que nos colocar à disposição. Não vamos brigar contra o rebaixamento, nosso pensamento é a manutenção do Vasco na Primeira Divisão. Vendo o momento do Vasco, restando 12 jogos, e vendo o que o Vasco fez por mim. Comecei a carreira aqui, no ano passado consegui botar o Vasco na Sul-Americana. Nesse momento é muito difícil as pessoas aceitarem, mas eu não sou covarde. Estou aqui", disse Vanderlei.

A segunda passagem de Luxemburgo pelo clube começou efetivamente no último sábado, onde ele teve contato com os jogadores e participou do treino da equipe. O treinador falou também um pouco sobre a metodologia de trabalho que pretende desempenhar no clube na reta final do Brasileiro.

"O Vasco tem 12 jogos decisivos, e o primeiro ponto é não tomar gol. Não tomando gol, você já partiu do resultado de empate. Se você fizer 0,5 a 0, você ganha três pontos. Se você vencer três jogos, ganha nove pontos, que acrescenta muito. Se o time puder ser reativo, vai ser. Se puder ser pró-ativo, vamos fazer. Gol vai sair, até porque temos um goleador que bota a bola para dentro se ele chegar. Gol nós vamos fazer", afirmou Vanderlei.

Atualmente, o Vasco aparece na décima oitava posição, com 28 pontos, sendo o primeiro time dentro da zona de rebaixamento. O primeiro fora do G-4 é o Bahia, que tem a mesma pontuação e um jogo a mais. Para escapar dessa situação, Luxa foca suas atenções nos confrontos contra adversários diretos na tabela.

"Temos cinco jogos de confronto direto. Vamos pensar nisso, a nossa manutenção passa muito por esses jogos. Conversei com os jogadores, muitos me conheciam. Sabem como eu gosto das coisas", encerrou o treinador.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana