Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo comenta goleada sofrida pelo Vasco e dá puxão de orelha em Talles Magno

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco voltou a oscilar e assim sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro. Mais que isso, o Cruz-Maltino acabou goleado por 4 a 1 diante do Bragantino no Estádio Nabi Abi Chedid. Foi a segunda derrota consecutiva de Vanderlei Luxemburgo a frente da equipe, o que fez o time voltar com tudo a briga contra o rebaixamento.

Após a chegada de Vanderlei Luxemburgo, o Vasco deu uma reagida e conquistou quatro pontos em seis possíveis. Tudo levava a crer que o time cresceria de produção e escaparia até com certa facilidade do rebaixamento. Só que nas duas últimas rodadas, a realidade foi diferente.

Na rodada passada, o Vasco acabou sendo surpreendido e derrotado em casa por 1 a 0 para o Coritiba, um adversário direto na luta contra o rebaixamento. A derrota poderia ter sido considerada um acidente de percurso, mas o goleada sofrida para o Bragantino mostrou o declínio da equipe e ligou o sinal de alerta no clube.

"Temos oito jogos para nos mantermos na primeira divisão. Cabe a nós nos envolvermos para isso. Nós, a direção, a torcida, os jogadores, todos. São oito jogos decisivos. Tudo o que puder ser feito para envolver esse ambiente tem de ser feito. Agora, criar um ambiente hostil não vai nos ajudar. Falei aos jogadores que o placar foi elástico pelo o que jogaram no segundo tempo ", disse Vanderlei Luxemburgo logo após a partida.

Em meio a insatisfação com o rendimento do time, Luxemburgo deu até mesmo um puxão de orelha em Talles Magno. "Talles precisa se reencontrar com a motivação, com a vontade. Ele é um grande jogador, continuo achando ele um grande jogador, mas só isso não basta. Eu gosto dele, vamos continuar apostando e a gente não pode queimá-lo. Agora, eu posso sacá-lo do time com ele não indo bem", disse o treinador.

A derrota complicou um pouco a vida do Vasco que agora terá uma pedreira pela frente. O Cruz-Maltino vai encarar Atlético-MG no próximo sábado (23), às 21 horas em São Januário. O adversário é um dos que estão brigando pelo título do Brasileirão, ao lado de Inter, São Paulo, Flamengo e Palmeiras.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana