Mídias Sociais

Esporte

Barroca após derrota para o Atlético-GO: "momento de falar pouco e sentir muito"

Publicado

em

 

A situação que já era dramática ficou ainda para o Botafogo após a derrota para o Atlético-GO. Foi o quinto revés consecutivo do Alvinegro que não consegue reagir e acabou se afundando na lanterna do Campeonato Brasileiro. As chances de permanecer na Série A são mínimas e o time precisará de um verdadeiro milagre para evitar o descenso.

O Botafogo até começou vencendo a partida, dando sinais de que poderia respirar no Brasileiro. Só que o Atlético-GO logo consumou a virada, minando qualquer esperança de conquista dos três pontos. A situação do Alvinegro é bastante dramática. As estimativas agora apontam que o time precisará de vencer os sete jogos restantes para escapar do rebaixamento. Algo inimaginável para um time que até aqui só conquistou quatro vitórias em 31 jogos.

"Nenhuma equipe está na situação como a que nos encontramos nesse momento por um único motivo. Esse momento é de falar pouco e sentir muito. Honrar a camisa do clube, trabalhar muito todos os dias, passo a passo, dia a dia para que a gente possa já no próximo jogo reverter esse cenário, que desportivamente é extremamente adverso. Nesse momento não tem muito o que falar", disse Barroca.

O treinador falou também sobre os esforços da nova diretoria em melhorar as condições do clube. O presidente Durcesio já disse publicamente que pretende manter Barroca até ao menos o fim do Brasileiro. Apesar do voto de confiança, o treinador sabe que as coisas podem mudar em virtude dos resultados.

"Eu estou no futebol há muito tempo e sei como as coisas funcionam relacionadas a treinador e resultado, mas preciso deixar claro que o presidente Durcesio, o Vinicius, todos estão dando condições pra gente trabalhar. Eu ouvi dizer essa semana sobre desequilíbrio financeiro do Botafogo, isso não é real, hoje o clube honra os compromissos com funcionários e jogadores, temos todas as condições de trabalhar. Estou vendo o empenho do presidente para construir algo com coerência para o futuro, me identifico com a forma como isso está sendo construído", encerrou o treinador.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana