Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo avalia derrota diante do Coritiba e sequência do Campeonato Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco teve sua sequência positiva interrompida no Campeonato Brasileiro. Após subir de produção com a chegada de Vanderlei Luxemburgo, o Cruz-Maltino voltou a cair de rendimento e acabou sendo surpreendido em casa na derrota por 1 a 0 diante do Coritiba em São Januário.

A derrota não estava nos planos da comissão técnica. O objetivo era somar mais três pontos e assim se afastar ainda mais da luta contra o rebaixamento. A partida ganhou ainda mais importância por se tratar de um adversário direto na luta contra o Z-4. Só que com a bola rolando o desempenho acabou ficando aquém do esperado.

Na coletiva após a partida, o técnico Vanderlei Luxemburgo cobrou os jogadores pelo resultado. Apesar de lamentar o revés em casa, o treinador disse que o elenco precisa levantar a cabeça pensando na sequência da competição.

"Eu acho que você disputar um confronto direto, em casa, se meus jogadores chegam no vestiário sorrindo, eles tomariam um esporro. Tem que sentir a derrota, mas agora tem que levantar a cabeça e saber que a competição continua. O time tem treinado, tem se motivado. Não queríamos perder, mas o futebol é dessa forma. Você pode perder, pode ganhar de repente até um clássico", disse Vanderlei.

Luxemburgo ainda complementou: "Era um confronto direto. O prejuízo é que perdemos para um adversário que está lá embaixo na tabela. E com uma vitória avançaríamos para 35 pontos e ficaríamos muito próximos do nosso objetivo inicial. Não tivemos uma atuação convincente. O segundo tempo, com um jogador a menos, a equipe se dedicou, correu bastante, mas não foi o suficiente para conseguirmos o resultado. Mas é uma situação que poderia acontecer. Vamos ter que buscar esse resultado negativo em casa de outra maneira", frisou o treinador.

Após o resultado, o treinador tratou de minimizar os efeitos da derrota lembrando que ainda restam nove jogos para o Cruz-Maltino.

"Ainda temos nove jogos e essa conta que estamos fazendo é de 12 jogos. Se tivéssemos vencido, não terminaríamos a competição, nem teríamos ficado na Primeira Divisão. Perdemos e também não muda nada. Nós continuamos correndo atrás da manutenção da equipe na Primeira Divisão", encerrou Luxemburgo.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana