Mídias Sociais

Esporte

Flamengo vive momento de indefinição após eliminação na Copa do Brasil

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A pressão que já era grande ficou quase que insustentável sobre Maurício Barbieri. Com a eliminação da Copa do Brasil diante do Corinthians, muitos acreditavam que o treinador seria demitido do cargo. Após mais um fracasso na temporada, a diretoria se isola e evita o contato com a imprensa. Questionado por repórteres, o presidente Eduardo Bandeira de Mello não se pronuncia sobre o futuro do treinador.

Na pausa para a Copa do Mundo, o clima era de completa euforia no Flamengo. O time liderava o Campeonato Brasileiro com folga, e estava classificado para os mata-matas da Copa do Brasil e da Libertadores. Havia a confiança de que o clube poderia conquistar a tríplice coroa, levando para a Gávea os três canecos. Só que cerca de três meses após o Mundial, a realidade é outra. O Rubro-Negro perdeu a liderança do Brasileiro (hoje é o quarto colocado) e acabou eliminado das duas competições.

Na coletiva de imprensa da última quarta-feira ainda na Arena Corinthians, Maurício Barbieri falou sobre o assunto. “A decisão é e sempre foi da direção. Volto a dizer que o que me motiva e me faz trabalhar é o desejo de fazer as coisas da maneira correta. A frustração é muito grande, mas a decisão é da direção”,

Presentes na coletiva, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o vice-presidente de futebol Ricardo Lomba se calaram. Ao serem mais uma vez questionado pelos jornalistas, ambos nada pronunciaram. A madrugada do clube foi tensa, com reuniões e cobranças. Apesar de todo o burburinho, a diretoria parece seguir apostando no trabalho do treinador.

Fora da Libertadores e da Copa do Brasil, o Flamengo só terá pela frente agora o Campeonato Brasileiro. Na quarta posição com 48 pontos ganhos, o Rubro-Negro está três pontos atrás do líder São Paulo. O próximo compromisso pela competição será neste sábado (29) diante do Bahia, na Arena Fonte Nova.

Foto Vitor Silva/Flamengo


 

Mais lidas do mês