Mídias Sociais

Esporte

Flamengo encara o Athlético-PR buscando se reaproximar dos líderes no Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Classificado na Libertadores e bem na Copa do Brasil, o Flamengo volta suas atenções para outro objetivo: se aproximar das primeiras posições no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro hoje ocupa a modesta nona posição na tabela de classificação do torneio e precisa de uma sequência de vitórias para entrar na briga pelas primeiras colocações. O próximo desafio é neste domingo (26) diante do Athlético-PR, às 16 horas, no Maracanã.

A derrota para o Atlético-MG na rodada passada frustrou os planos da equipe, que contava com um resultado positivo em Minas para entrar no G-4. O revés voltou a colocar pressão sobre o técnico Abel Braga, que mais uma vez vê seu trabalho ser colocado em cheque. Abel sabe que pelo investimento da equipe e o elenco que tem em mãos, a diretoria espera que o Rubro-Negro esteja brigando pelas primeiras posições no Brasileiro.

Diante da necessidade de pontuar, Abel deverá mandar a campo o que tem de melhor. Existem dúvidas na defesa e meio-campo. O zagueiro Léo Duarte está com uma forte gripe e chegou a não participar de algumas atividades com o restante do elenco ao longo da semana. Ele é dúvida para o confronto e caso não tenha condições de jogo, será substituído por Thuler.

A outra dúvida está no meio-campo. Abel vem promovendo uma espécie de rodízio no elenco, e o setor está incluído nesse processo. Diego e Arrascaeta brigam por uma posição entre os titulares desde o início da temporada e até hoje não temos um titular absoluto para a função. Diego tem boas chances de ganhar uma vaga no time neste final de semana. O “revezamento”inclusive foi assunto na coletiva de imprensa dada por Everton Ribeiro.

“Os dois são grandes jogadores, mostram um grande futebol e essa briga vai ser constante com todo mundo ali na frente. O Abel vai procurar o melhor momento, a melhor maneira de jogar e quem vai nos ajudar mais. Todos sabem que é um líder (Diego), nunca deixou de trabalhar, sempre deu o máximo e manteve. Um cara que já ganhou o que ganhou, que tem a carreira que ele tem, é um profissional de excelência. E vai dar tudo para nos ajudar nos jogos”, disse Everton.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana